Política Monetária

Banco de Inglaterra mantém taxas de juro e compra de ativos

Transeunte junto ao edifício do Banco de Inglaterra, na City de Londres, Reino Unido. (Tolga AKMEN / AFP)
Transeunte junto ao edifício do Banco de Inglaterra, na City de Londres, Reino Unido. (Tolga AKMEN / AFP)

Supervisor bancário britânico admite recuperação económica da covid-19 mais prolongada do que estava previsto.

O Banco de Inglaterra manteve esta quinta-feira as taxas de juro no Reino Unido em 0,1%, bem como o programa de compra de dívida pública e privada, em 745 mil milhões de libras (819,5 mil milhões de euros).

A entidade também informou que o abrandamento económico pode ser menos severo do que o estimado, mas também que a recuperação da pandemia da covid-19 pode demorar mais tempo.

O banco central estima que a economia britânica se contrairá 9,5% este ano, contra uma estimativa inicial de 14%, mas que o setor laboral precisará de mais tempo para recuperar.

De acordo com as estimativas do banco central britânico, a economia crescerá 9% em 2021 e 3,5% em 2022, em comparação com 15% e 3%, respetivamente, estimados em maio passado durante o confinamento.

Segundo a entidade, a taxa de desemprego pode atingir 7,5% no final do ano, embora espere uma recuperação gradual a partir do início de 2021.

A decisão sobre as taxas foi tomada no final de uma reunião do Comité de Política Monetária do banco emissor britânico, depois de a economia ter sido avaliada face à atual crise da covid-19.

Esta comissão votou unanimemente pela manutenção das taxas de juro.

No final de março, o banco tinha baixado o preço do dinheiro de 0,25% para 0,1% para apoiar a economia face ao impacto causado pela pandemia do novo coronavírus.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Fotografia: Arquivo/ Global Imagens

Transações de casas caíram 35,25% em abril. Preços começam a abrandar

(João Silva/ Global Imagens)

Estrangeiros compraram menos casas em Portugal em 2019. Preço por imóvel subiu

dgs covid portugal coronavirus

Mais cinco mortos e 463 infetados por covid-19 em Portugal

Banco de Inglaterra mantém taxas de juro e compra de ativos