banca

Banco de Portugal aplica coimas de mais de 900 mil euros

Fotografia: (Angelo Lucas/Globalimagem
Fotografia: (Angelo Lucas/Globalimagem

Dos 46 processos resolvidos, 25 dizem respeito a infrações de natureza comportamental e 15 são infrações de natureza prudencial,

Entre abril e junho de 2019 o Banco de Portugal instaurou 23 processos de contraordenação e decidiu 46, que resultaram em coimas superiores a 930 mil euros.

Destes 46 processos, refere o comunicado, 25 dizem respeito a infrações de natureza comportamental, 15 infrações de natureza prudencial, quatro infrações relacionadas com atividade financeira ilícita, uma infração a deveres relativos à prevenção do branqueamento de capitais e do financiamento do terrorismo e uma infração às regras em matéria de recirculação de numerário.

“No contexto das decisões proferidas foram aplicadas coimas que totalizaram € 932.500,00 (novecentos e trinta e dois mil e quinhentos euros), dos quais € 448.750,00 (quatrocentos e quarenta e oito mil setecentos e cinquenta euros) suspensos na sua execução”, refere o banco de Portugal.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
GSFJ2392

“A sustentabilidade dos media depende de todos nós”

Alexandre Fonseca - CEO da Altice Portugal

Fotografia: Gerardo Santos

Alexandre Fonseca sobre 5G: “Portugal hoje posiciona-se na cauda da Europa”

Sebastião Lancastre, Easypay

Easypay. “Para sermos relevantes para os clientes temos de ouvi-los”

Outros conteúdos GMG
Banco de Portugal aplica coimas de mais de 900 mil euros