Jean-Claude Trichet

BCE anuncia nova ajuda a bancos europeus

O presidente do BCE, Jean-Claude Trichet, anunciou
hoje um novo empréstimo aos bancos europeus com um prazo de seis
meses para aliviar os bancos das pressões que resultam do agravar
das condições financeiras na zona euro.

Em conferência de imprensa que se seguiu à reunião
mensal da instituição, em Frankfurt, Trichet não afastou o risco
de subida das taxas de juro a breve prazo, numa altura em que “os
riscos inflacionistas estão em alta”, segundo a Bloomberg. De
acordo com a agência de informação financeira, o presidente do BCE
reconheceu que “os riscos em baixa sobre a actividade económica
poderão ter-se intensificado com o adensar da crise europeia”.

Para facultar o empréstimo à banca, a instituição
vai recorrer ao seu instrumento de refinanciamento de longo prazo
(LTRO), através do qual emprestará entre 9 e 11 de Agosto dinheiro
a seis meses aos bancos europeus, não estabelecendo qualquer limite
ao empréstimo. Quanto às taxa de juro, está será a média das
taxas exigidas nas operações semanais de refinanciamento.

Trichet anunciou também que os três empréstimos a
três meses, a fazer ainda este ano, serão feitos sem limites de
empréstimo e à taxa composta pela média das taxas exigidas nas
operações semanais de refinanciamento. O BCE manteve hoje os juros
de referência nos 1,50 por cento, num momento marcado pelo
abrandamento económico da zona euro e pelo ressurgimento da crise da
dívida soberana, anunciou hoje a instituição financeira.

O conselho de governadores do BCE, liderado por
Jean-Claude Trichet, manteve hoje a taxa de juro em 1,50 por cento,
assim como a taxa para o financiamento de muito curto-prazo, que fica
inalterada nos 2,25 por cento, e a taxa de depósito estabiliza nos
0,75 por cento.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Fotografia: Gerardo Santos/Global Imagens

Economia portuguesa afunda 16,3% entre abril e junho

Visitantes na Festa do Avante.

Avante!: PCP reduz lotação a um terço, só vão entrar até 33 mil pessoas por dia

covid 19 portugal casos coronavirus DGS

Mais 235 infetados e duas mortes por covid-19 em Portugal. Números baixam

BCE anuncia nova ajuda a bancos europeus