formação

BCE lança bolsas de estudo destinadas a mulheres

Foto.  REUTERS/Alex Grimm (GERMANY)/File Photo
Foto. REUTERS/Alex Grimm (GERMANY)/File Photo

Num montante anual de 10.000 euros por pessoa, a bolsa será atribuída no máximo a cinco estudantes provenientes de meios desfavorecidos.

O Banco Central Europeu (BCE) anunciou hoje uma bolsa de estudo para mulheres que queiram obter um mestrado em economia, pretendendo promover a diversidade numa altura em que os homens ocupam a maioria dos cargos de direção.

A bolsa, num montante anual de 10.000 euros por pessoa, destina-se a cobrir as despesas de estudos e outros gastos inerentes e será atribuída no máximo a cinco estudantes provenientes de meios desfavorecidos, segundo o BCE.

As candidaturas podem ser feitas até 19 de junho e a bolsa inclui também uma visita de estudo ao BCE e a orientação por parte de um economista dessa entidade.

Depois de concluída a formação, as bolsistas podem candidatar-se a um estágio no BCE.

“Queremos ser uma organização na qual a diversidade é bem-vinda e apreciada pela riqueza que oferece”, declarou o presidente do BCE, Mario Draghi, citado no comunicado.

O BCE comprometeu-se no início de 2018 a intensificar os seus esforços para proporcionar oportunidades de carreira às mulheres.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Regresso ao trabalho - ilustração

O mundo do trabalho mudou. A saúde é agora lei

José Theotónio, CEO do Grupo Pestana.
(Diana Quintela / Global Imagens)

José Theotónio: “Haverá voos mas não virão logo com turistas para o Algarve”

Fotografia: D.R.

Teletrabalho continua obrigatório para grupos de risco e pais sem escola

BCE lança bolsas de estudo destinadas a mulheres