BCE

BCE mantém taxas de juro inalteradas

Mario Draghi. Fotografia: REUTERS/Kai Pfaffenbach
Mario Draghi. Fotografia: REUTERS/Kai Pfaffenbach

O BCE manteve as taxas de juro inalteradas, com os analistas a esperar uma revisão só em setembro

O Banco Central Europeu (BCE) manteve inalteradas as taxas de juro para operações de refinanciamento, créditos e depósitos, numa decisão que já era esperada pelos analistas, com o mercado a apostar numa revisão das políticas só em setembro.

O BCE diz que decidiu manter as taxas inalteradas em 0%, 0,25% e -0,40%, respetivamente. “O Conselho de Governadores espera que as principais taxas de juro do BCE se mantenham nos seus níveis atuais durante um período de tempo prolongado, ultrapassando o horizonte do programa de compra de ativos”, lê-se no comunicado. Mario Draghi, presidente da entidade, explica a decisão às 13h30, hora de Lisboa.

O Conselho de Governadores confirmou também que a compra de ativos decorreu este mês a um ritmo de 60 mil milhões de euros e o programa vai manter-se até ao final de dezembro de 2017 “e depois disso, se necessário, e em qualquer momento em que o Conselho de Governadores considere que seja necessário um ajustamento no caminho da inflação consistente com a meta”.

Se o outlook ficar menos favorável, diz o BCE, “ou as condições financeiras inconsistentes com o progresso para um ajustamento da inflação, o Conselho de Governadores está a postos para aumentar o programa em termos de dimensão ou duração”.

O BCE já prolongou várias vezes o quantitative easing, programa de compra de ativos dos países da zona euro, tendo também já reforçado o montante para compras previsto. O valor foi entretanto novamente reduzido, para os atuais 60 mil milhões de euros, à medida que começam a escassear ativos para o BCE comprar. O objetivo é chegar a uma inflação de 2% mas muitos países estão longe dessa meta e o BCE tem dúvidas sobre a sustentabilidade do indicador.

O banco central tem reduzido o montante de dívida comprada a Portugal: na última ida ao mercado a redução foi de 22 milhões de euros. Portugal também tem poucas empresas elegíveis para o programa de compra empreendido pelo BCE.

O mercado espera que novas orientações relativas à política monetária para a zona Euro sejam definidas depois do verão – até porque a norte-americana FED já subiu as taxas de juro e os últimos dados sobre a economia da Zona Euro têm revelado uma melhoria.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Ilustração: Vítor Higgs

Indústria têxtil em força na principal feira de Saúde na Alemanha

O Ministro das Finanças, João Leão. EPA/MANUEL DE ALMEIDA

Nova dívida da pandemia custa metade da média em 2019

spacex-lanca-com-sucesso-e-pela-primeira-vez-a-nave-crew-dragon-para-a-nasa

SpaceX lança 57 satélites para criar rede mundial de Internet de alta velocidade

BCE mantém taxas de juro inalteradas