BCE vai dialogar individualmente com bancos sujeitos a testes de stress

Vítor Constâncio, antigo governador do Banco de Portugal
Vítor Constâncio, antigo governador do Banco de Portugal

O Banco Central Europeu (BCE) informou hoje que levará a cabo um diálogo individual com cada um dos bancos sujeitos a testes de stress para comprovar factos e investigar resultados parciais.

O BCE publicou mais pormenores dos testes de solvência dos bancos europeus e dos formatos como os resultados se darão a conhecer na segunda metade de outubro, tendo facilitado modelos que mostram como serão apresentadas as conclusões finais.

Leia também: BCE deverá cortar juros. Quais as vantagens para Portugal?

Os resultados finais distinguirão entre os défices de capital na revisão da qualidade dos ativos e os produzidos nos cenários base e adverso da prova de resistência.

Os resultados proporcionarão mais informação que outras provas feitas anteriormente sobre o balanço, a qualidade dos ativos e a alavancagem financeira dos bancos da zona euro, assegura o BCE.

O banco central da zona euro assumirá a partir de novembro a supervisão única direta de 128 bancos da zona euro, mas antes vai fazer uma avaliação que inclui a revisão da qualidade dos ativos e uma prova de resistência.

O BCE facilitou uma atualização dos progressos realizados na revisão da qualidade dos ativos e na prova de resistência.

A presidente do Conselho de Supervisão do mercado único de supervisão do BCE, Danièle Nouy, afirmou que “enquanto se acaba este exercício rigoroso e duro, far-se-á o máximo possível para preparar um processo suave de divulgação” dos resultados.

“O BCE foi muito transparente no compromisso com os bancos e procura dar tantos pormenores quanto possível”, referiu.

O vice-presidente do BCE, Vitor Constâncio, afirmou que “os bancos sabem o que o BCE espera”.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Greve de motoristas de matérias perigosas parou o país, em abril. 
(MÁRIO CRUZ/LUSA

Nova greve dos camionistas dia 12. Pré-aviso já foi entregue

Assunção Cristas e Bruno Bobone, na sede da Câmara de Comércio e Indústria Portuguesa, nos Restauradores
(ANTÓNIO COTRIM/LUSA)

Cristas apela a empresários para darem mais força à oposição

Assunção Cristas e Bruno Bobone, na sede da Câmara de Comércio e Indústria Portuguesa, nos Restauradores
(ANTÓNIO COTRIM/LUSA)

Cristas apela a empresários para darem mais força à oposição

Outros conteúdos GMG
BCE vai dialogar individualmente com bancos sujeitos a testes de stress