Consumo

Black Friday foi o dia com maior volume de compras online de 2018

EPA/ANDY RAIN
EPA/ANDY RAIN

O pico de consumo neste dia registou-se no período da manhã, entre as 9h00 e as 12h00.

A última sexta-feira negra bateu recordes. Foi o dia do ano com o maior volume de compras online em Portugal. A Black Friday de 2018 teve um volume 2,2 vezes superior ao volume médio diário do ano, de acordo com os dados divulgados pela SIBS, entidade gestora da rede multibanco.

O volume das compras realizadas na Internet neste dia, 23 de novembro de 2018, superou o Dia dos Solteiros (1,5 vezes superior), a 11 de novembro, e a Cyber Monday (1,3 vezes superior), a 26 de novembro.

O pico de consumo neste dia, no ano passado, registou-se no período da manhã, entre as 9h00 e as 12h00, destacando-se ainda o arranque do dia, à meia-noite.

black friday 2018 por hora - SIBS

Fonte: SIBS

Os produtos de moda e acessórios e de perfumaria e cosmética foram o maior foco de consumo dos portugueses na hora de comprar online neste dia.

Um estudo da Google Portugal revela que este ano, 63% dos portugueses pondera fazer compras esta sexta-feira. Quase dois terços (64%) dos consumidores pretendem fazê-lo online.

As promoções já arrancaram, umas há meia-noite de hoje, outras há dias. O período de Black Friday tem vindo a estender-se, muitas vezes, até uma semana. Especialistas defendem que grandes descontos num curto espaço de tempo conseguem ter um impacto muito significativo nos consumidores e é capaz de condicionar o seu comportamento.

Os portugueses deverão gastar em média 168 euros na Black Friday, mais 22 euros do que no passado, e cerca de 126 euros no Cyber Monday, a 2 de dezembro, mais quatro euros do que há um ano, de acordo com o estudo realizado pela Observador Cetelem Natal 2019.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Fotografia: Gustavo Bom/Global Imagens

Não conseguiu validar as faturas para o IRS? Contribuintes têm mais um dia

O ministro das Finanças, Mário Centeno, na apresentação das obras de arte da coleção BPN, agora integradas na Coleção do Estado, no Forte de Sacavém. Fotografia: TIAGO PETINGA/LUSA

Fundo de Resolução já pagou em juros 530 milhões ao Estado e 90 milhões a bancos

(Filipe Amorim / Global Imagens)

Venda do Novo Banco é “um não-assunto” para o Fundo de Resolução

Black Friday foi o dia com maior volume de compras online de 2018