Mercados

Bolsas europeias em alta, pendentes da evolução do coronavírus

EPA/KIMIMASA MAYAMA
EPA/KIMIMASA MAYAMA

Além da propagação do coronavírus, os investidores estão pendentes da reunião sobre política monetária da Reserva Federal dos Estados Unidos.

As principais bolsas europeias estavam hoje em alta, pendentes dos desenvolvimentos relacionados com a propagação do coronavírus e das consequências económicas da mesma.

Cerca das 08:45 em Lisboa, o EuroStoxx 600 subia 0,40% para 419,22 pontos.

As bolsas de Londres, Paris e Frankfurt avançavam 0,37%, 0,29% e 0,18%, bem como a de Madrid e de Milão, que subiam 0,79% e 0,44%, respetivamente.

Depois de ter aberto em alta, a bolsa de Lisboa mantinha a tendência e cerca das 08:45 o principal índice, o PSI20, subia 0,38% para 5.263,65 pontos.

Além da propagação do coronavírus, os investidores estão pendentes da reunião sobre política monetária da Reserva Federal dos Estados Unidos (Fed) e do anúncio de resultados empresariais referentes ao exercício de 2019.

A bolsa de Nova Iorque terminou na terça-feira com o Dow Jones a subir 0,66% para 28.722,85 pontos, contra 29.348,10 pontos em 17 de janeiro, atual máximo desde que foi criado em 1896.

No mesmo sentido, o Nasdaq fechou subir 1,43% para 9.269,68 pontos, contra o atual máximo de sempre, de 9.402,48 pontos, verificado em 24 de janeiro.

A nível cambial, o euro abriu hoje em baixa no mercado de câmbios de Frankfurt, a cotar-se a 1,1002 dólares, contra 1,1009 dólares na terça-feira.

O barril de petróleo Brent para entrega em março de 2020 abriu hoje em alta, a cotar-se a 59,92 dólares no Intercontinental Exchange Futures (ICE) de Londres, contra 59,51 dólares na terça-feira.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
O primeiro-ministro, António Costa (E), conversa com o ministro de Estado e das Finanças, Mário Centeno (D), durante o debate parlamentar de discussão na generalidade do Orçamento do Estado para 2020 (OE2020), esta tarde na Assembleia da República, em Lisboa, 09 de janeiro de 2020. MIGUEL A. LOPES/LUSA

Subida do PIB em 2019 chega aos 2,2% com revisão nas exportações de serviços

Foto - Leonardo Negrao

Deco: seguros de saúde não cobrem coronavírus, seguros de vida sim

Foto: D.R.

Easyjet. Ligações de Portugal com Itália não serão afetadas, por enquanto

Bolsas europeias em alta, pendentes da evolução do coronavírus