Mercados

Bolsas europeias em baixa face ao impacto do novo coronavírus

Bolsas europeias a descer

PSI20 acompanha a tendência das principais praças europeias

As principais bolsas europeias estavam esta quinta-feira em baixa, resultado do impacto da subida do número de mortos e infetados com o novo coronavírus.

Cerca das 08:50 em Lisboa, o EuroStoxx 600 descia 0,40% para 429,43 pontos.

As bolsas de Londres, Paris e Frankfurt desciam 0,87%, 0,32% e 0,38%, bem como as de Madrid e Milão que recuavam 0,50% e 0,46%, respetivamente.

Depois de ter aberto em baixa, a bolsa de Lisboa mantinha a tendência e, cerca das 08:50, o principal índice, o PSI20, recuava 0,06% para 5.311,74 pontos.

Na sequência da adoção de uma nova classificação dos diagnósticos, as autoridades chinesas informaram que a epidemia provocou 1.310 mortos e 44.653 infetados na província de Hubei, onde surgiu o surto da infeção, com 242 falecidos nas últimas 24 horas.

Além da preocupação com o coronavírus, os investidores vão estar pendentes hoje das previsões de Inverno da Comissão Europeia (CE), da taxa de inflação nos Estados Unidos e da Argentina.

A epidemia continua a atrair a atenção dos investidores, já que a propagação do mesmo já se reflete no mercado de matérias-primas, onde se prevê um recuo da procura de petróleo.

A bolsa de Nova Iorque terminou na quarta-feira com o Dow Jones a subir 0,94% para 29.551,42%, novo máximo desde que foi criado em 1896.

No mesmo sentido, o Nasdaq fechou a avançar 0,90% para 9.725,96 pontos, novo máximo de sempre.

A nível cambial, o euro abriu hoje em alta no mercado de câmbios de Frankfurt, mas a cotar-se a 1,0880 dólares, contra 1,0879 dólares na quarta-feira, um mínimo desde junho de 2017.

O barril de petróleo Brent para entrega em abril de 2020 abriu hoje em baixa, a cotar-se a 55,38 dólares no Intercontinental Exchange Futures (ICE) de Londres, contra 55,79 dólares na quarta-feira e o mínimo desde 26 de dezembro de 2018, de 53,27 dólares em 10 de fevereiro.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
7. Aeroporto de Londres Heathrow

Oficial. Portugal fora do corredor turístico do Reino Unido

O ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva. ANTÓNIO PEDRO SANTOS/LUSA

Decisão do Reino Unido é “absurda”, “errada” e “desapontante”, diz Santos Silva

O primeiro ministro, António Costa.     MANUEL DE ALMEIDA / POOL/LUSA

António Costa admite despedimentos na TAP com menos rotas e aviões

Bolsas europeias em baixa face ao impacto do novo coronavírus