Bolsas europeias mistas, depois da Fed afirmar que ainda há caminho a percorrer

Na quinta-feira, o presidente da Fed, Jerome Powell, sublinhou que os EUA ainda têm de caminhar para voltar a ser o que era antes da pandemia, considerando que a recuperação está a ser desigual e incompleta.

As principais bolsas europeias abriram hoje mistas, depois de o presidente da Reserva Federal dos Estados Unidos (Fed) ter afirmado que ainda há caminho a percorrer para a economia norte-americana voltar a ser o que era antes da pandemia.

Cerca das 08:50 em Lisboa, o EuroStoxx 600 descia 0,16% para 436,18 pontos.

As bolsas de Londres, Frankfurt e Madrid recuavam 0,25%, 0,26% e 0,55%, enquanto as de Paris e Milão se valorizavam 0,03% e 0,16%, respetivamente.

Depois de abrir em baixa, a bolsa em Lisboa mantinha a tendência e, cerca das 08:50, o principal índice, o PSI20, descia 0,28%, para 5.015,86 pontos.

Na quinta-feira, o presidente da Fed, Jerome Powell, sublinhou que o país ainda tem de caminhar para voltar a ser o que era antes da pandemia, considerando que a recuperação está a ser desigual e incompleta.

Powell afirmou que a Fed manterá a sua política monetária e dispõe das ferramentas para travar um aumento da inflação se for necessário, mas que considera esta subida conjuntural e não estrutural.

A bolsa de Nova Iorque terminou em alta na quinta-feira, com o Dow Jones a subir 0,17% para 33.503,57 pontos, contra o atual máximo desde que foi criado em 1896, de 33.527,19 pontos, registado em 05 de abril.

No mesmo sentido, o Nasdaq fechou a valorizar-se 1,03% para 13.829,31 pontos, contra o atual máximo de 14.095,47 pontos, em 12 de fevereiro.

A nível cambial, o euro abriu hoje em baixa no mercado de câmbios de Frankfurt, a cotar-se a 1,1895 dólares, contra 1,1922 dólares na quinta-feira e o atual máximo desde maio de 2018, de 1,2300 dólares, em 05 de janeiro.

O barril de petróleo Brent para entrega em junho abriu em baixa no Intercontinental Exchange Futures (ICE) de Londres, a cotar-se a 62,97 dólares, contra 63,20 dólares na quinta-feira e o atual máximo desde dezembro de 2018, de 69,63 dólares, em 11 de março.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de