Brasil

Brasil regista maior saída de dólares da economia em 38 anos

Sede do Banco Central do Brasil, Brasília. (REUTERS/Adriano Machado)
Sede do Banco Central do Brasil, Brasília. (REUTERS/Adriano Machado)

No ano passado, o dólar valorizou 3,5% face ao real, a moeda brasileira.

A saída de dólares da economia brasileira em 2019 superou a entrada desta divisa em 44,7 mil milhões de dólares (40,1 mil milhões de euros) em 2019, maior saldo registado em 38 anos, segundo a série histórica iniciada em 1982, informou o Banco Central do país.

Antes disso, o pior saldo cambial negativo (diferença entre as entradas e saídas de dólares) da economia brasileira ocorreu em 1999, quando investidores retiraram 16,1 mil milhões de dólares (14,4 mil milhões de euros) do país.

O montante divulgado pelo órgão de controlo do governo brasileiro levou em conta tanto as operações financeiras quanto as operações comerciais.

No comércio exterior, o saldo anual do Brasil foi positivo em 17,4 mil milhões de dólares, montante obtido na diferença entre as importações do país, que somaram cerca de 178,9 mil milhões de dólares, e as exportações, que atingiram 196,3 mil milhões de dólares.

A saída de dólares do Brasil contribuiu para a alta na cotação da moeda norte-americana frente a moeda local, o real.

No ano passado, o dólar valorizou 3,5% face ao real, atingindo 4,01 reais.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Foto: Leonel de Castro/Global Imagens

Famílias com 12 meses para pagarem rendas do estado de emergência

(João Silva/ Global Imagens)

Papel higiénico, conservas:em 2 semanas, portugueses gastam 585 milhões no super

coronavírus em Portugal (covid-19) corona vírus

140 mortos e 6408 casos confirmados de covid-19 em Portugal

Brasil regista maior saída de dólares da economia em 38 anos