Agricultura

Brexit abre a porta a transgénicos no Reino Unido

Ficando fora da abrangência legislativa da União Europeia, os ministros britânicos admitem o cultivo de transgénicos.

O governo britânico está a preparar um novo pacote legislativo que permitirá que os agricultores do Reino Unido possam semear e produzir alimentos modificados geneticamente.

Desde 2008, apenas um produto transgénico era permito devido à legislação europeia que regulava o uso nos campos de tecnologia geneticamente modificada. Com a saída do país da União Europeia, as restrições deixam de se aplicar.

Leia aqui: Bayer compra Monsanto no maior negócio do ano

Apesar das preocupações dos ambientalistas, os ministros do Reino Unido estão a preparar um novo pacote legislativo, de acordo com declarações do ministra da agricultura no parlamento. George Eustice afirmou que as novas regras deverão basear-se em resultados com provados cientificamente.

Para já, prevê-se a produção de tomates antioxidantes e de batatas resistentes a pragas.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Fotografia: José Carmo/Global Imagens

ISEG estima queda do PIB entre 8% e 10% este ano

António Mota, fundador da Mota-Engil. Fotografia: D.R.

Mota-Engil é a única portuguesa entre as 100 maiores cotadas do setor

António Rios Amorim, CEO da Corticeira Amorim. Fotografia: Tony Dias/Global Imagens

Lucros da Corticeira Amorim caíram 15,1% para 34,3 milhões no primeiro semestre

Brexit abre a porta a transgénicos no Reino Unido