Brexit

Brexit: Donald Tusk diz que até 12 de abril “tudo é possível”

Presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk
(REUTERS/Toby Melville)
Presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk (REUTERS/Toby Melville)

O Conselho Europeu formalizou a decisão de prorrogar o prazo do Brexit "até dia 22 de maio, desde que o acordo seja aprovado na próxima semana.

O presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, disse esta sexta-feira que “tudo é possível” no que respeita ao Brexit, sublinhando que “a esperança é a última a morrer”.

“Até dia 12 de abril, tudo é possível: acordo, adiamento prolongado ou revogação do artigo 50.º do Tratado de Lisboa”, disse Tusk, na conferência de imprensa no final da cimeira europeia, acrescentando que “a esperança é a última a morrer”.

O Conselho Europeu formalizou a decisão de quinta-feira de prorrogar o prazo para o ‘divórcio’ do Reino Unido “até dia 22 de maio, desde que o Acordo de Saída seja aprovado pela Câmara dos Comuns na próxima semana”.

De acordo com o texto das conclusões sobre o Artigo 50.º, “se o Acordo de Saída não for aprovado pela Câmara dos Comuns na próxima semana, o Conselho Europeu acorda numa prorrogação até 12 de abril de 2019 e espera que o Reino Unido indique, antes dessa data, um caminho a seguir, para que seja analisado” pela instituição.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
EPA/MICHAEL REYNOLDS

Ação climática. Portugal vai ter de gastar mais de um bilião de euros

O ministro das Finanças, Mário Centeno. Fotografia: José Sena Goulão/Lusa

Défice de 2018 revisto em baixa uma décima para 0,4% do PIB

Imagem de um avião da Thomas Cook estacionado em Manchester, Reino Unido. (REUTERS/Phil Noble)

Thomas Cook: Falência leva a cancelamento de voos para Funchal

Outros conteúdos GMG
Brexit: Donald Tusk diz que até 12 de abril “tudo é possível”