Brexit

Brexit. Negociações devem estar fechadas até outubro de 2018

O líder da equipa da Comissão Europeia que negoceia o 'Brexit', Michel Barnier, estabeleceu outubro de 2018 como o prazo limite para fechar o acordo.

O líder da equipa da Comissão Europeia que negoceia o ‘Brexit’, Michel Barnier, estabeleceu hoje o mês de outubro de 2018 como o prazo limite para fechar o acordo do divórcio do Reino Unido.

“Um acordo com Londres deve estar concluído até outubro de 2018”, anunciou hoje Barnier, em conferência de imprensa.

O ex-comissário de Durão Barroso — que assumiu a liderança das negociações do ‘Brexit’ pelo lado de Bruxelas há dois meses — salientou também que o Governo britânico deverá ter apenas 18 meses para negociar, em vez do prazo de dois anos que tinha sido inicialmente indicado, após a invocação do artigo 50.º do Tratado de Lisboa, que permite que um estado-membro abandone a União Europeia.

“O tempo será escasso. É claro que o período de negociações efetivas será mais curto do que dois anos”, salientou o ex-comissário francês.

Se, como se espera, Londres invocar o artigo 50.º em março de 2017, o acordo deverá estar fechado em outubro do ano seguinte de modo a ser votado no Parlamento Europeu antes das eleições europeias de merco de 2019, esclareceu o negociador.

Na conferência de imprensa, Barnier reiterou ainda o aviso já várias vezes feito por responsáveis europeus de que as discussões para o pós-‘Brexit’ não são ditadas pela vontade britânica, sendo que há regras para cumprir.

“Cabe aos britânicos dizerem que tipo de relações querem e aos 27 definirem as susas futuras relações com o Reino Unido”, salientou.

Michel Barnier anunciou ainda ter já visitado 18 das capitais europeias, devendo fazer o pleno até fim de janeiro, e salientou a união dos 27 face à notificação de divórcio que se aproxima.

O ‘Brexit’ saiu vitorioso do referendo, com 51,9% dos votos, realizado a 23 de junho.

 

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
O primeiro-ministro, António Costa (E), conversa com o ministro de Estado e das Finanças, João Leão (D), durante o debate e votação da proposta do orçamento suplementar para 2020, na Assembleia da República, em Lisboa, 17 de junho de 2020. MANUEL DE ALMEIDA/LUSA

Bruxelas agrava projeção de contração em Portugal para 9,8%

Fotografia: Orlando Almeida/ Global Imagens.

SATA pede auxílio ao Estado no valor de 163 milhões de euros

Comissão Europeia, Bruxelas (REUTERS)

Bruxelas revê estimativas. Economia da zona euro deverá recuar 8,7% em 2020

Brexit. Negociações devem estar fechadas até outubro de 2018