OPA

Britânica DS Smith lança OPA voluntária sobre Europac

Grupo Europac
Grupo Europac Grupo Europac

A britânica DS Smith anunciou hoje que está a oferecer 1,67 mil milhões de euros pela empresa espanhola Europac.

Na sequência da oferta feita pela britânica DS Smith para comprar a empresa espanhola Europac por 1,67 mil milhões de euros pela, no âmbito de uma Oferta Pública de Aquisição (OPA) voluntária sobre a papeleira, a Europac reagiu em comunicado à Comissão Nacional do Mercado de Valores, dizendo que “os membros do Conselho de Administração do Grupo Europac vão pronunciar-se sobre a referida OPA na data estabelecida pela regulamentação aplicável, assim que a CNMV autorize a OPA e o Conselho receba os relatórios financeiros e de assessoria jurídica necessários”.

A OPA anunciada deverá ser aprovada pela assembleia-geral de acionistas da DS Smith que se realizará “não depois de 11 de julho”, anunciou hoje a empresa, citada pela Efe.

No mesmo comunicado, a Europac revela que o Conselho de Administração da empresa, “após relatório favorável do Comité da OPA e com a abstenção dos conselheiros que se encontravam em situação de conflito de interesses, concordou com a assinatura do acordo de compensação ou break fee agreement referido no anúncio da OPA”. “No referido acordo de compensação, a DS Smith PLC compromete-se a pagar 69,357 milhões de euros à Europac no caso da sua assembleia de acionistas não aprovar a aquisição de 100% do capital da Europac. Por sua vez, a Europac compromete-se a pagar à DS Smith PLC 15,649 milhões de euros caso uma oferta concorrente com valor superior seja autorizada pela CNMV e liquidada”.

A companhia britânica DS Smith anunciou hoje que está a oferecer 1,67 mil milhões de euros pela empresa espanhola Europac, no âmbito de uma Oferta Pública de Aquisição (OPA) voluntária sobre a papeleira. A oferta avalia as ações em 16,8 euros, o que compara com os 15,58 euros a que a cotada fechou na bolsa de Madrid na passada sexta-feira.

O objetivo da DS Smith é adquirir 58,97% da Europac e para que a operação seja bem-sucedida, terá de ser aceite por acionistas que detenham o equivalente a 50% mais uma ação do capital da Europac.

Para financiar a operação, que terá que passar ainda pela aprovação dos reguladores, a DS Smith pretende fazer uma emissão de títulos de dívida onde pretende captar aproximadamente mil milhões de euros.

A Europac atua na indústria do papel e cartão e conta com 27 fábricas na Europa, essencialmente em Espanha, Portugal e França.

Entre os acionistas da Europac que já se comprometeram a vender na OPA figuram o presidente executivo da companhia, José Miguel Isidro Rincón (5,12%), o vice-presidente, Enrique Isidro Rincón (3,85%), e os administradores Fernando Isidro Rincón e María Amelia Isidro Rincón (em representação da Aguasal), entre outros membros da família Isidro.

Também manifestaram a mesma intenção Ángel Fernández González, Concepción Herrero Cuadrado (6,82%) e Onchena SL (6%).

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Paulo Neto Leite, CEO da Groundforce.

Groundforce aposta na Portela e contrata mais 260 pessoas em 2019

Lisboa, 17/05/2016 - Conferência de Banca - O Presente e o Futuro do Setor Bancário, no Hotel Ritz em Lisboa.
Carlos Costa, Marcelo Rebelo de Sousa, Faria de Oliveira
( Álvaro Isidoro / Global Imagens )

Marcelo sobre o caso CGD: “Há de chegar às minhas mãos”

António Mendonça Mendes, secretário de Estado dos Assuntos Fiscais. Fotografia: Reinaldo Rodrigues/Global Imagens

ViaCTT. Fisco devolve coimas a mais de 8 mil contribuintes esta semana

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
Britânica DS Smith lança OPA voluntária sobre Europac