Programa de Estabilidade

Bruxelas aguarda pelo envio oficial dos programas de Estabilidade e de Reformas

A Comissão Europeia só vai pronunciar-se sobre o Programa de Estabilidade e sobre o Programa Nacional de Reformas depois de os "receber oficialmente".

A Comissão Europeia só vai pronunciar-se sobre o Programa de Estabilidade e sobre o Programa Nacional de Reformas depois de os “receber oficialmente”, disse hoje um porta-voz do executivo comunitário à Lusa.

“Assim que tivermos recebido oficialmente os documentos, iremos analisá-los cuidadosamente no âmbito dos procedimentos do Semestre Europeu e do Pacto de Estabilidade e Crescimento [PEC]”, disse à Lusa um porta-voz da Comissão Europeia.

Na quinta-feira, o Governo aprovou, em Conselho de Ministros, o Programa de Estabilidade e o Programa Nacional de Reformas, que serão discutidos esta quarta-feira na Assembleia da República e que têm que ser aprovados por Bruxelas.

O ministro das Finanças, Mário Centeno, salientou, em conferência de imprensa após a reunião do executivo, acreditar que o Programa de Estabilidade “não terá nenhuma dificuldade em ser acolhido” por Bruxelas e que cumpre “todos os critérios” exigidos a Portugal.

“A minha expectativa é de que este programa, com o grau de rigor que foi desenhado, não terá nenhuma dificuldade em ser acolhido pela Comissão Europeia [uma vez que] cumpre todas as regras e todos os critérios”, afirmou.

Ambos os documentos terão que ser entregues em Bruxelas até final do mês.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
precários jovens licenciados

Jovens, precários e licenciados pagam ajustamento laboral da pandemia

Uma funcionária transporta máscaras de proteção individual na fábrica de confeções Petratex, em Carvalhosa, Paços de Ferreira, 27 de abril de 2020. HUGO DELGADO/LUSA

Mais de 60% dos “ausentes” do trabalho são mulheres

Obras da IP vão acabar com todas as passagens de nível entre Espinho e Vila Nova de Gaia. Exemplo da passagem de nível da Aguda. (Tony Dias/Global Imagens)

Obras na linha do Norte atrasam comboios a partir de 30 de agosto

Bruxelas aguarda pelo envio oficial dos programas de Estabilidade e de Reformas