Europa

Bruxelas impõe taxa aduaneira a importações de aço para a UE

(DR)
(DR)

A medida entra em vigor esta quinta-feira e mantém-se por 200 dias. Vai aplicar-se a 23 categorias de produtos de aço de qualquer país.

O regulamento que impõe uma taxa aduaneira de 25% a importações de aço para a União Europeia (UE) que excedam uma quota fixada para salvaguarda da indústria, entra em vigor esta quinta-feira, anunciou esta quarta-feira a Comissão Europeia.

A taxa irá aplicar-se a importações de aço de países terceiros para a UE e resulta da decisão dos Estados Unidos de aplicar tarifas aduaneiras à entrada de aço e alumínio de vários países e que tem como objetivo que o mercado comunitário seja o destino comercial dos produtores.

Estas medidas provisórias preveem um imposto adicional de 25% sobre importações de produtos de aço que superem o volume da média dos últimos três anos, fixado pela Comissão Europeia como medida de salvaguarda da indústria deste setor.

Por exemplo, a quota de importação de chapas de revestimento metálico será de 2.115.054 toneladas e a de tubos de gás de 185.280 toneladas, quando se esgotarem passará a ser aplicada a taxa de 25%.

A medida vigorará por 200 dias e aplica-se a 23 categorias de produtos de aço de qualquer país com exceções para alguns em desenvolvimento e os do Espaço Económico Europeu, Noruega, Islândia e Liechtenstein.

Segundo a comissária europeia para o Comércio, Cecilia Malmstrom, poderão ser adotadas medidas permanentes de salvaguarda da indústria do aço da UE.

A decisão de Bruxelas responde à imposição, por Washington, de taxas aduaneiras de 25% sobre as exportações de aço para seu país e de 10% sobre as de alumínio.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
apple one

Apple One junta vários serviços, chega a Portugal mas com limitações. O que tem

A  90ª edição da Micam, a feira de calçado de Milão, está agendada para os dias 20 a 23 de setembro, com medidas de segurança reforçadas. Fotografia DR

Calçado. Micam arranca este domingo e até há uma nova marca presente

Os ministros da Presidência do Conselho de Ministros, Mariana Vieira da Silva (C), Economia, Pedro Sia Vieira (E) e do Trabalho Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho (D). MANUEL DE ALMEIDA/POOL/LUSA

Portugal é o quarto país da UE onde é mais difícil descolar do mínimo

Bruxelas impõe taxa aduaneira a importações de aço para a UE