Comissão Europeia

Bruxelas prolonga regime de ajuda à banca portuguesa até 2019

A Comissão Europeia vai prolongar, até 9 de fevereiro de 2019, a garantia ao financiamento e as ajudas de Estado à banca portuguesa.

A Comissão Europeia decidiu esta quinta-feira prolongar até 09 de fevereiro de 2019 as ajudas de Estado à banca portuguesa e a garantia ao financiamento concedido através do Banco Europeu de Investimento (BEI).

Aprovado pela primeira vez em 2008, o regime excecional é um pacote de emergência destinado a estabilizar os mercados financeiros através da concessão de garantias a operações de financiamento de instituições de crédito elegíveis.

O regime concede garantias do Estado a contratos de financiamento e à emissão de dívida não subordinada de curto e médio prazo das instituições de crédito solventes com sede em Portugal.

A segunda ajuda de Estado foi aprovada em junho de 2013 e é um regime de garantia, através do qual o Estado garante aos bancos os empréstimos concedidos através do BEI às empresas em Portugal.

O regime permitirá a continuidade do financiamento concedido pelo BEI à economia real e evitará a rutura do crédito atribuído pelo BEI através de todos os bancos que participam no regime.

A Comissão Europeia considera que ambas as ajudas de Estado estão em conformidade com as orientações estabelecidas, em especial, são limitadas no tempo e quanto ao seu âmbito, estando disponíveis numa base não discriminatória.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
PORTUGAL REUNIÃO DA CONCERTAÇÃO SOCIAL

Corrida ao subsídio de desemprego explode durante a pandemia

marcelo

Marcelo veta lei das petições públicas. “Seria sinal negativo para a democracia”

Equipa do Paris Saint Germain entra em campo esta quarta-feira no primeiro jogo dos quartos de final da Liga dos Campeões de 2020 contra o Atalanta, no Estádio da Luz. (EPA/David Ramos)

Champions: Liga de “poucos” milhões para a economia portuguesa

Bruxelas prolonga regime de ajuda à banca portuguesa até 2019