pensões

Caixa Geral de Aposentações vai reduzir atrasos nas pensões

Pensões vão ter novos cortes

Pensões de aposentação demoram entre 100 e 300 dias a chegar aos requerentes.

A partir de dezembro, a Caixa Geral de Aposentações (CGA) vai acelerar o processo de atribuição de pensões. Atualmente, as pensões de aposentação de quem descontou apenas para o Estado estão a demorar cerca de 100 dias. Já no caso das unificadas, daqueles que além do Estado descontaram também para o setor privado, o tempo de espera eleva para os 10 meses.

A CGA pretende, assim, aplicar algumas medidas que foram tomadas na Segurança Social, escreve o Jornal de Negócios, esta quarta-feira. O objetivo é que o prazo de 30 dias – que os funcionários públicos têm para confirmar se aceitam o valor da pensão – seja encurtado e que, tal como na Segurança social, o pedido seja aprovado de forma tácita se a pessoa não responder. Os requerentes terão ainda a possibilidade de prescindir da fase inicial do processo.

A entidade está também a começar a reconstituir antecipadamente as carreiras dos funcionários antes de o pedido ser realizado, de forma a que quando os pedidos sejam apresentados parte do trabalho já esteja feito.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
O primeiro-ministro, António Costa, e o ministro das Finanças, Mário Centeno. Fotografia: PATRICIA DE MELO MOREIRA/AFP

Exportações e turismo afundam 9,6% e geram recessão de 2,3% no 1º trimestre

Cartões de crédito e débito. Fotografia: Global Imagens

Malparado: 10% das famílias com crédito está em incumprimento

Fotografia: José Sena Goulão/Lusa

Um quarto das empresas de alojamento e restauração está em incumprimento

Caixa Geral de Aposentações vai reduzir atrasos nas pensões