Câmara de Vila Franca de Xira quer pagar subsídio aos funcionários em junho

Governo faseou pagamento dos subsídios conforme o escalão de rendimentos, sendo os superiores a 1.100 euros adiados para o final de novembro

A Câmara de Vila Franca de Xira quer pagar o subsídio de férias a todos os funcionários em junho, e já pediu esclarecimentos à Direção Geral da Administração e do Emprego Público (DGAEP).

O Governo decidiu pagar o subsídio de férias aos funcionários públicos e pensionistas de forma faseada, entre junho e dezembro deste ano, tendo em conta o valor em causa.

A presidente da Câmara de Vila Franca de Xira, Maria da Luz Rosinha (PS) defende que orçamento municipal não interfere com o orçamento do Estado, além de que a intenção do município tem como objetivo “fazer valer um direito adquirido pelos trabalhadores”.

Segundo adiantou à Lusa fonte do município, a DGAEP enviou a proposta do município para a Direção Geral das Autarquias Locais, estando neste momento a Câmara a aguardar uma posição desta entidade.

O Governo decidiu pagar o subsídio, na totalidade, em junho aos funcionários públicos, e em julho aos pensionistas apenas nos casos em que os rendimentos são inferiores a 600 euros.

Já os trabalhadores e os reformados do Estado com remunerações entre 600 e 1.100 euros receberão também o subsídio de Natal em junho e julho, respetivamente, mas com os cortes previstos no Orçamento do Estado para 2013.

A restante parte do subsídio será liquidada em novembro para os funcionários públicos e para os aposentados da Caixa Geral de Aposentações (CGA) e em dezembro para os pensionistas da Segurança Social.

Os que auferem acima de 1.100 euros – e na sequência do chumbo do Tribunal Constitucional à suspensão do subsídio de férias – verão o subsídio reposto conforme decidido na semana passada em Conselho de Ministros: os duodécimos do subsídio de Natal que estão a ser pagos desde janeiro passam a dizer respeito ao subsídio de férias e o de Natal será pago em novembro.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Lear Corporation

Há mais de 800 mil portugueses a trabalhar por turnos

Alexandra Leitão, ministra da Modernização do Estado e da Administração Pública. (António Pedro Santos / Lusa)

Governo vai reservar verba para financiar pré-reformas no Estado

Rui

“Se Rui Rio ganhar as eleições do PSD este Governo dura quatro anos”

Outros conteúdos GMG
Câmara de Vila Franca de Xira quer pagar subsídio aos funcionários em junho