Coronavírus

Campolide oferece-se para fazer compras e passear o cão aos moradores

André Couto, presidente da Junta de Campolide (Reinaldo Rodrigues/Global Imagens)
André Couto, presidente da Junta de Campolide (Reinaldo Rodrigues/Global Imagens)

A ideia é que se minimize as saídas até para fazer compras de supermercado e medicamentos.

“Fique em casa”. É a mensagem que todas as autoridades querem fazer passar e com esse objetivo têm sido criadas redes de apoio de todo o género e até vizinhos estão a deixar mensagens nas áreas comuns dos prédios a oferecer-se para ajudar quem tem mais risco. Em Campolide, é o próprio presidente da Junta a dar uma mão aos seus munícipes.

Para garantir que a necessidade de sair é a mais reduzida possível, André Couto anunciou aos moradores o programa Campolide Vai às Compras, disponibilizando os serviços da junta que lidera para fazer compras – supermercado, farmácia e outros serviços de que os munícipes precisem -, garantindo ainda a segurança do sistema quer no que respeita à saúde quer contra fraudes.

Imagem explica procedimento

Imagem explica procedimento

“Caros Vizinhos, a Junta de Freguesia de Campolide inicia agora este serviço em conjunto com a Polícia de Segurança Pública, que acompanhará ou validará por telefone a deslocação, para evitar fraudes, e a Administração Regional de Saúde, que certificou a segurança dos procedimentos, disponibilizamos este préstimo a todos os que precisem dele”, explica André Couto na mensagem enviada aos moradores de Campolide.

O método é simples: a encomenda é feita através de um número de telemóvel disponibilizado e a entregue feita à porta. E o serviço está a postos para quem dele precise, “seja por precaução ou quarentena, por infeção ou não”.

“Peço-vos que o guardem, porque mesmo não precisando agora podem vir a precisar, e que o partilhem com os vizinhos de quem tenham contacto”, termina a mensagem enviada por André Couto aos moradores.

Nessa lógica, a junta decidiu ainda alargar este serviço a quem tem animais de estimação, encontrando soluções que permitam que os donos não precisem de sair para os passear. Numa segunda mensagem enviada ao fim da tarde, André Couto explica que inicia este novo serviço, em conjunto com a Polícia de Segurança Pública, que validará por telefone a deslocação, para evitar fraudes. “Passearemos os amigos caninos dos vizinhos maiores de 65 anos e/ou doentes crónicos que, por precaução, não queiram sair de casa. Peço-vos que partilhem com os Vizinhos de quem tenham contacto”, escreve aos moradores.

caes

(notícia atualizada às 21.00 com mais informação)

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Fotografia: Gerardo Santos/Global Imagens

Saídas para a reforma disparam 43% na função pública

Foto: DR

EDP flexibilizou pagamento de faturas no valor de 60 milhões de euros

Ministro de Estado, da Economia e Transição Digital, Pedro Siza Vieira. TIAGO PETINGA/LUSA

Moratórias bancárias estendidas até final de setembro de 2021

Campolide oferece-se para fazer compras e passear o cão aos moradores