Imobiliário

Casas de luxo. Portugueses dominaram compras no semestre

imóvel

As vendas de casas de luxo em Portugal sofreram uma ligeira quebra no semestre.

A RE/MAX Collection, imobiliária que opera no segmento de luxo, realizou 1510 transações de imóveis no primeiro semestre deste ano, operações que resultaram num volume de preços de cerca de 429,4 milhões de euros. Segundo a empresa, verificou-se uma ligeira descida face a igual período de 2019, mas superior a 7% quando comparado com o homólogo de 2018.

Os portugueses foram os principais clientes da imobiliária, representando 53,6% das transações e 49,5% do volume de negócios. Os investidores chineses valeram 8% das transações e quase 10% da faturação, ultrapassando o domínio dos brasileiros verificado nos últimos anos. Ainda assim, os brasileiros significaram 6,4% das operações e 7,8% das vendas. A RE/MAX Collection negociou com clientes de cinco continentes, num total de 26 nacionalidades estrangeiras.

Os apartamentos de luxo foram o tipo de imóvel preferido pelos investidores, representando 79,7% do volume de transações e 67,6% do volume de negócios. As tipologias T2 e T3 foram as mais procuradas, totalizando 68,6% imóveis vendidos. Segundo a imobiliária, as moradias tiveram um maior destaque neste primeiro semestre, subindo cerca 3 pontos percentuais em volume de negócios e quase 2% no número de transações.

O distrito de Lisboa mantém a liderança nacional, com um volume de negócios de 82% e um volume de transações de 79%, embora tenha apresentando uma ligeira diminuição face ao período homólogo, 84% e 83%, respetivamente. O segundo da lista é o Porto, com um peso nas vendas de 5,3% e de 6,5% nas operações.

O distrito de Setúbal subiu para a terceira posição no ranking da RE/MAX Collection (5,2% de peso nas vendas e 5,3% nas transações), ultrapassando Faro (2,8% e 4,5%, respetivamente. Santarém posicionou-se, pela primeira vez, no Top 5 (1,7% e 1%).

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
apple one

Apple One junta vários serviços, chega a Portugal mas com limitações. O que tem

A  90ª edição da Micam, a feira de calçado de Milão, está agendada para os dias 20 a 23 de setembro, com medidas de segurança reforçadas. Fotografia DR

Calçado. Micam arranca este domingo e até há uma nova marca presente

Os ministros da Presidência do Conselho de Ministros, Mariana Vieira da Silva (C), Economia, Pedro Sia Vieira (E) e do Trabalho Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho (D). MANUEL DE ALMEIDA/POOL/LUSA

Portugal é o quarto país da UE onde é mais difícil descolar do mínimo

Casas de luxo. Portugueses dominaram compras no semestre