imobiliáro

Casas: 3 mil milhões de euros só em vendas em Lisboa

(Gerardo Santos / Global Imagens)
(Gerardo Santos / Global Imagens)

Cidade reúne metade do valor total das vendas no primeiro trimestre. Venderam-se mais 7,6% de casas no país, face a março do ano passado.

As vendas de casas em Portugal aumentaram 7,6% no primeiro trimestre, face ao período homólogo, para 43.826 alojamentos familiares transacionados, de acordo com dados da Associação dos Profissionais e Empresas de Mediação Imobiliária de Portugal (APEMIP). Estes valores, compilados pelo gabinete de estudos da entidade, caíram ainda assim em 5,6% em relação ao trimestre anterior.

Entre janeiro e março de 2019, o valor das vendas atingiu s 6,1 mil milhões de euros, um aumento de 12,9% face a igual período de 2018, e quase metade desse valor foi conseguido em Lisboa. Segundo a APEMIP, “no período em análise, o valor das habitações transacionadas na Área Metropolitana de Lisboa ascendeu aos 2,9 mil milhões. Em termos de maiores montantes de valores de transações, seguiu-se a região norte, com 1,4 mil milhões, o centro com 725 milhões e o Algarve com 672 milhões”.

Por outro lado, “o Alentejo, a Região Autónoma da Madeira e a Região Autónoma dos Açores registaram o menor valor de habitações transacionadas, correspondendo a aproximadamente 400 milhões de euros”, salientou a associação.

“Centrando a análise na evolução de preços, de acordo com o INE, o Índice de Preços da Habitação registou uma variação homóloga de 9,2%”, refere a APEMIP, lembrando ainda que, “entre o 4.º trimestre de 2018 e o 1.º trimestre de 2019, o índice de preços aumentou 3,6%”.

Este comportamento é normal no início do ano “pelo que não há motivos para grande alarmismo, até porque, quando comparando com o período homólogo, regista-se uma subida das vendas”, explica o presidente da entidade, Luís Lima, que acredita que “é natural que o mercado comece a assistir a uma ligeira quebra no número de transações, que se justifica essencialmente pela falta de oferta imobiliária, que não corresponde à enorme procura existente”.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Munique está no primeiro lugar das cidades com maior projeção profissional. (DR)

Turistas portugueses ‘descobriram’ a Alemanha

Mario Draghi, Presidente do Banco Central Europeu. REUTERS/Kai Pfaffenbach

BCE discutiu pacote de medidas para estimular economia na reunião de julho

Hotéis de Lisboa esgotaram

“Grandes” eventos impulsionaram aumento dos preços na hotelaria em junho

Outros conteúdos GMG
Casas: 3 mil milhões de euros só em vendas em Lisboa