formação

Católica integra Top 40 do ranking do Financial Times

Foto: Paulo Spranger/Global Imagens
Foto: Paulo Spranger/Global Imagens

Mais de metade dos alunos do mestrado em Gestão da Católica-Lisbon são internacionais, oriundos de mais de 35 países.

Há nove anos consecutivos no ranking do Financial Times, o mestrado em Gestão da Católica Lisbon School of Business & Economics ocupa atualmente a 37º posição na lista que elege os 100 melhores mestrados do mundo.

A taxa de empregabilidade de 96% nos três meses após a conclusão do mestrado ou o aumento de 66% do salário nos três anos seguintes estão entre os fatores que contribuíram para este resultado. A universidade destaca ainda a sua posição no Top 10 mundial em Career Progress, indicador que mede a evolução do percurso profissional dos alunos desde a conclusão do Mestrado.

“Estar no Top 40 mundial do ranking do Financial Times para os Masters in Management é um orgulho para a nossa escola. Em particular, somos uma das 10 melhores escolas do mundo a proporcionar aos alunos uma efetiva progressão na sua carreira internacional, o que é um reconhecimento pelas empresas da qualidade da nossa Faculty e do nosso excelente ambiente de aprendizagem, bem como da qualidade e elevado potencial dos alunos da Católica-Lisbon”, destaca Filipe Santos, dean da universidade. “Este resultado inspira-nos a fazer mais e melhor para formar uma nova geração de líderes empresariais capazes de ser agentes de transformação e inovação nas empresas e na sociedade”.

A Católica oferece ainda aos alunos uma experiência global, que inclui o acesso a dois dos 10 melhores programas de mestrado do mundo, nomeadamente na ESCP Europe, em França e em 5.º lugar no ranking, e na Università Commerciale Luigi Bocconi, em Itália e em 10.º lugar.

 

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Fotografia: Gustavo Bom/Global Imagens

Não conseguiu validar as faturas para o IRS? Contribuintes têm mais um dia

A ministra de Estado e da Presidência, Mariana Vieira da Silva (C), acompanhada pelo secretário de Estado Adjunto, do Trabalho e da Formação Profissional, Miguel Cabrita(D) e pela secretária de Estado para a Cidadania e a Igualdadepela (D), Rosa Monteiro, durante a reunião da Comissão Permanente de Concertação Social, em Lisboa, 26 de fevereiro de 2020. ANTÓNIO COTRIM/LUSA

Governo propõe licença paga até um ano a part-timers com filhos

O ministro das Finanças, Mário Centeno, na apresentação das obras de arte da coleção BPN, agora integradas na Coleção do Estado, no Forte de Sacavém. Fotografia: TIAGO PETINGA/LUSA

Fundo de Resolução já pagou em juros 530 milhões ao Estado e 90 milhões a bancos

Católica integra Top 40 do ranking do Financial Times