OE2020

Centeno. “É cedo” para saber se vai haver excedente, mas há “confiança”

O primeiro-ministro, António Costa (E), conversa com o ministro das Finanças, Mário Centeno (D), durante o debate parlamentar em dia da votação final global do Orçamento do Estado para 2020, na Assembleia da República, em Lisboa, 06 de fevereiro de 2020. MIGUEL A. LOPES/LUSA
O primeiro-ministro, António Costa (E), conversa com o ministro das Finanças, Mário Centeno (D), durante o debate parlamentar em dia da votação final global do Orçamento do Estado para 2020, na Assembleia da República, em Lisboa, 06 de fevereiro de 2020. MIGUEL A. LOPES/LUSA

Ministro das Finanças lembra o comportamento positivo das contas públicas no fim de 2019.

O ministro de Estado e das Finanças, Mário Centeno, afirmou esta sexta-feira que “é cedo para fazer declarações sobre o valor” do saldo orçamental de 2019, numa conferência de imprensa em que salientou a prestação da economia no último trimestre.

“É cedo para fazer declarações sobre o valor do saldo para além daquelas que estão na projeção do Orçamento do Estado [défice de 0,2% do PIB]. É público que a execução em dezembro correu bastante bem, mas temos de esperar pelo INE [Instituto Nacional de Estatística], que divulgará os números no final de março”, disse Mário Centeno aos jornalistas no Ministério das Finanças em Lisboa.

O também presidente do Eurogrupo realçou, no entanto, o “comportamento positivo das contas públicas ao longo de 2019”, algo que dá “alguma confiança sobre a execução orçamental do ano”.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
(Photo by Tobias SCHWARZ / AFP)

Tribunal suspende construção da Gigafactory da Tesla na Alemanha

A 89ª edição da Micam decorre em Milão de 16 a 19 de fereveiro. Fotografia: Direitos Reservados

Calçado quer duplicar exportações para o Japão em dois anos

Micam

Governo promete “soluções criativas” para ajudar as empresas

Centeno. “É cedo” para saber se vai haver excedente, mas há “confiança”