OE 2019

Cerveja e bebidas espirituosas sem agravamento em 2019

Cerveja e bebidas espirituosas sem atualização
Cerveja e bebidas espirituosas sem atualização

Governo acede às reclamações do sector e congela o imposto sobre o álcool e as bebidas alcoólicas (IABA)

O Governo decidiu não agravar, no próximo ano, o imposto sobre o álcool e as bebidas alcoólicas (IABA), mantendo-o nos valores em vigor, segundo a proposta de Orçamento de Estado para 2019. Uma medida que há muito vinha sendo reclamada quer pelas cervejeiras, quer pelas empresas de bebidas espirituosas.

No caso das cervejas, o sector reclama um congelamento do IABA por cinco anos, assegurando que tal permitirá criar 15 mil novos postos de trabalho e elevar as receitas fiscais do Estado em seis milhões de euros. Quanto às espirituosas, a associação do sector, a ANEBE, estimaque o congelamento do imposto permita aumentar em 3,6% a receita do Estado, correspondente a mais 12,7 milhões de euros, na medida em que diminui o diferencial face à carga fiscal em Espanha, “reduzindo o incentivo à aquisição destes produtos” no país vizinho.

Recorde-se que o IABA da cerveja é, atualmente, de 20,86 euros por hectolitro. No caso das bebidas espirituosas, o imposto em vigor é de 1.386,83 euros por hectolitro.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Jogo Online é regulado desde 2015

Jogo Online atrai 100 mil novos apostadores a cada trimestre

Jogo Online é regulado desde 2015

Jogo Online atrai 100 mil novos apostadores a cada trimestre

O primeiro-ministro indigitado, António Costa, à chegada para uma audiência com o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, para apresentação da lista de nomes propostos para secretários de Estado do XXII Governo Constitucional, no Palácio de Belém, em Lisboa, 21 de outubro de 2019. RODRIGO ANTUNES/LUSA

Conheça os secretários de Estado do novo Governo

Outros conteúdos GMG
Cerveja e bebidas espirituosas sem agravamento em 2019