Programa de Estabilidade

CFP vai ao parlamento falar sobre Programa de Estabilidade

A audição do CFP sobre o Programa de Estabilidade 2019-2023 decorrerá pelas 16:30 na Assembleia da República.

A presidente do Conselho das Finanças Públicas (CFP), Nazaré Costa Cabral, vai hoje à Comissão de Orçamento, Finanças e Modernização Administrativa falar sobre o Programa de Estabilidade 2019-2023, que o Governo apresentou em 15 de abril.

A audição do CFP sobre o Programa de Estabilidade 2019-2023 decorrerá pelas 16:30 na Assembleia da República.

O CFP não apoiou as previsões do Governo para 2021-2023, constantes no documento, que foi apresentado em 15 de abril, devido à “divergência significativa face às demais”, em relação ao crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) e à sua trajetória de aceleração.

No Programa de Estabilidade, o Governo antecipou um crescimento de 2% do PIB em 2021 e 2022, prevendo uma expansão da economia de 2,1% em 2023.

O CFP emitiu um parecer sobre o cenário macroeconómico do programa onde explicou que “não endossa as previsões para 2021-2023, dada a divergência significativa face às demais previsões e projeções consideradas, tanto no que diz respeito ao crescimento do produto como em relação à sua trajetória de aceleração”.

“No entendimento do CFP, com base na informação disponível, tais previsões não se traduzem no cenário macroeconómico mais provável nem num cenário mais prudente”, lê-se no parecer.

Já para as estimativas macroeconómicas relativas aos dois primeiros anos do programa, o CFP endossou as previsões do Governo, que antecipou uma expansão de 1,9% do PIB quer em 2019 quer em 2020, depois do crescimento de 2,1% em 2018.

Mas o CFP alertou para que estas previsões contemplam, ainda assim, “riscos descendentes acrescidos para o crescimento da economia, que são de natureza sobretudo externa”.

Em 15 de abril, o CFP divulgou apenas o seu parecer sobre o cenário macroeconómico subjacente ao Programa de Estabilidade 2019-2023.

A entidade liderada por Nazaré Costa Cabral publicará a 09 de maio (data prevista) a Análise do Programa de Estabilidade para aquele horizonte temporal.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje

Página inicial

Página inicial

Paulo Macedo presidente executivo da Caixa Geral de Depósitos
(Orlando Almeida / Global Imagens)

Centeno dá bónus de 655.297 euros à administração da CGD

Outros conteúdos GMG
CFP vai ao parlamento falar sobre Programa de Estabilidade