Ásia

China aponta crescimento económico médio alto entre 2016 e 2020

A China definiu um "crescimento económico médio alto" como a meta para os próximos cinco anos e a partir de 2016, de acordo com um comunicado emitido pela agência noticiosa oficial chinesa Xinhua.

A China definiu um “crescimento económico médio alto” como a meta para os próximos cinco anos e a partir de 2016, de acordo com um comunicado emitido pela agência noticiosa oficial chinesa Xinhua.

O mesmo documento aponta como objetivo dobrar o Produto Interno Bruto (PIB) e o PIB per capita de ambos os residentes urbanos e rurais até 2020, face a 2010.

A decisão foi anunciada após uma reunião de quatro dias à porta fechada do Comité Central do PCC, a cúpula do poder na China, e que serviu para delinear as prioridades do 13.º plano quinquenal (2016-2020).

A China decidiu apontar a inovação como o principal motor de desenvolvimento do país, confirmando assim a transição para um novo modelo de crescimento, de acordo com um comunicado emitido hoje pela agência noticiosa oficial Xinhua.

O consumo doméstico e a inovação devem assim substituir as exportações e o investimento em grandes obras públicas como principais motores de desenvolvimento.

O mesmo documento aponta como objetivo dobrar o Produto Interno Bruto (PIB) e o PIB ‘per capita’ dos residentes urbanos e rurais até 2020, face a 2010.

A decisão foi anunciada após uma reunião de quatro dias à porta fechada entre o Comité Central do PCC, a cúpula do poder na China, e que serviu para delinear as prioridades do 13.º plano quinquenal (2016-2020).

É o primeiro plano do género desde a ascensão ao poder do Presidente Xi Jinping e será depois enviado ao plenário da Assembleia Nacional Popular, o órgão legislativo, que deverá aprovar as decisões em março de 2016.

A economia chinesa registou no terceiro trimestre deste ano o mais baixo crescimento desde o pico da crise financeira internacional (6,9%), mas dentro da meta do Governo chinês para 2015, “cerca de 7%”.

Desde o início do século XXI, e até 2011, a economia da China cresceu sempre acima dos 8% ao ano e em 2007 atingiu os 13%.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Indústria do calçado. 
Fotografia: Miguel Pereira/Global Imagens

Portugal regressou ao Top 20 dos maiores produtores de calçado

Sonae Industria

Ações da Sonae Indústria e da Sonae Capital disparam após OPA da Efanor

Alexandre Meireles, presidente da ANJE. Fotografia:  Igor Martins / Global Imagens

ANJE teme que 2021 traga “grande vaga” de falências e desemprego

China aponta crescimento económico médio alto entre 2016 e 2020