Imobiliário

‘Cidade da Água’. Conheça o maior projeto imobiliário desde a Expo98

A carregar player...

Concurso público deverá ser lançado até ao final de junho e os investidores terão depois três meses para apresentar propostas.

Foi apresentado esta terça-feira em Almada aquele que é considerado o maior projeto de requalificação urbana do país desde a Expo 98.

Nos antigos terrenos da Lisnave vai nascer a Cidade da Água, para onde está prevista a construção de casas, comércio, serviços, espaços culturais, uma marina, um terminal fluvial, um novo hotel, um museu e um centro de congressos.

A área prevista de construção que consta no Plano de Urbanização de Almada Nascente é de 630.246 metros quadrados.

A apresentação ficou a cargo do Grupo Baía do Tejo, participada com mandato para gestão e promoção imobiliária de ativos da Parpública, a quem pertence o terreno.

Segundo Sérgio Saraiva, administrador da Baía do Tejo, o promotor imobiliário que ficar com o projeto terá de suportar “uma série de obrigações”, nomeadamente todos os custos das infraestruturas que serão construídas, incluindo a construção da marina e do terminal fluvial.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

“Estamos a falar da construção da marina, do terminal fluvial, da ligação ao Metro Sul do Tejo, estradas, no fundo das infraestruturas necessárias ao desenvolvimento do maior projeto imobiliário em Portugal desde a Expo98”, afirmou Sérgio Saraiva, citado pela Lusa.

Tal como o Dinheiro Vivo tinha noticiado em abril, a Baía do Tejo deverá assumir os custos de desmantelamento das estruturas que ainda restam no local, bem como as responsabilidades ambientais.

Na apresentação desta terça-feira estiveram presentes cerca de uma centena de pessoas, incluindo grupos económicos portugueses e estrangeiros. A sessão tinha como objetivo atrair potenciais interessados a desenvolver o projeto.

Há um ano, a presidente da Câmara de Almada, Inês de Medeiros, referiu que havia “muitas manifestações de interesse” no projeto, revelando que estava a preparar uma visita à Coreia do Sul, de onde eram originários alguns dos investidores interessados.

Os números do investimento deverão oscilar entre 1,5 e dois mil milhões de euros.

Com Ana Margarida Pinheiro e Lusa

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.
Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
7. Aeroporto de Londres Heathrow

Oficial. Portugal fora do corredor turístico do Reino Unido

O ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva. ANTÓNIO PEDRO SANTOS/LUSA

Decisão do Reino Unido é “absurda”, “errada” e “desapontante”, diz Santos Silva

O primeiro ministro, António Costa.     MANUEL DE ALMEIDA / POOL/LUSA

António Costa admite despedimentos na TAP com menos rotas e aviões

‘Cidade da Água’. Conheça o maior projeto imobiliário desde a Expo98