Clientes do BES estão protegidos

Vítor Bento
Vítor Bento

O Banco Espírito Santo emitiu ontem um esclarecimento assegurando o pagamento do papel comercial comprado aos balcões do banco em Portugal.

“O BES tem assegurado o reembolso, na maturidade, do
capital investido pelos seus clientes não institucionais junto das
redes comerciais do grupo BES”, lê-se no comunicado enviado à
CMVM. Aqui incluem-se todas as emissões de papel comercial da
Espírito Santo International e da Rioforte, mas não a dívida
comprada por clientes institucionais.

Este reembolso é possível devido a uma exigência do Banco de
Portugal, que obrigou o Espírito Santo Financial Group a constituir
uma provisão de 700 milhões de euros para cobrir o risco de não
pagamento de papel comercial de empresas do grupo, vendido pela rede
de retalho do BES. Ou seja, os clientes que compraram dívida aos
balcões do BES têm o pagamento assegurado. Mas os institucionais, e
quem comprou papel comercial numa dependência estrangeira do grupo,
como o Banque Privée – onde já se registaram atrasos no reembolso –
não estão abrangidos.

O BES vai “contactar os seus clientes abrangidos por estas
emissões”, esclareceu ainda.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Regresso ao trabalho - ilustração

O mundo do trabalho mudou. A saúde é agora lei

José Theotónio, CEO do Grupo Pestana.
(Diana Quintela / Global Imagens)

José Theotónio: “Haverá voos mas não virão logo com turistas para o Algarve”

Fotografia: D.R.

Teletrabalho continua obrigatório para grupos de risco e pais sem escola

Clientes do BES estão protegidos