Clima económico atinge em junho valor mais alto desde 2008

António Pires de Lima, ministro da Economia
António Pires de Lima, ministro da Economia

O indicador de clima económico em Portugal aumentou em junho para o valor mais elevado desde setembro de 2008 e o indicador de atividade económica estabilizou em maio, divulgou hoje o Instituto Nacional de Estatística (INE).

Segundo a síntese económica de conjuntura de junho do INE, o indicador de clima económico aumentou de 0,1% para 0,3%, “fixando o valor mais elevado desde setembro de 2008”.

Leia também: Há sérias dúvidas sobre pelo menos 1,8 mil milhões no OE/2014

O indicador de atividade económica, por sua vez, estabilizou em maio (nos 3,3%) “embora a informação proveniente dos Indicadores de Curto Prazo (ICP) tenha revelado um comportamento mais negativo em alguns setores de atividade, em particular na indústria e nos serviços”.

As exportações e importações, por sua vez, registaram variações homólogas de -3,3% e -0,8% em maio (-0,9% e 0,1% no mês anterior), respetivamente.

O indicador quantitativo do consumo privado apresentou um crescimento homólogo “ligeiramente menos expressivo” em maio, refletindo a redução do contributo positivo da componente de consumo corrente, refere o INE.

O indicador de Formação Bruta de Capital Fixo (FBCF) registou uma diminuição menos acentuada, devido ao contributo negativo menos significativo da componente de construção.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Fotografia: Gerardo Santos/Global Imagens

Economia portuguesa afunda 16,3% entre abril e junho

Visitantes na Festa do Avante.

Avante!: PCP reduz lotação a um terço, só vão entrar até 33 mil pessoas por dia

covid 19 portugal casos coronavirus DGS

Mais 235 infetados e duas mortes por covid-19 em Portugal. Números baixam

Clima económico atinge em junho valor mais alto desde 2008