supervisão

CMVM assina protocolo de colaboração com congénere de Cabo Verde

A presidente da Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), Gabriela Figueiredo Dias. Fotografia: JOÃO RELVAS/LUSA
A presidente da Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), Gabriela Figueiredo Dias. Fotografia: JOÃO RELVAS/LUSA

A Comissão de Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) assinou um protocolo de colaboração com a sua congénere de Cabo Verde com o objetivo de reforçar a prestação de assistência mútua na supervisão de atividades transfronteiriças, foi hoje anunciado.

Em comunicado, a CMVM explica que o protocolo com a Auditoria Geral do Mercado de Valores Mobiliários (AGMVM) visa, igualmente, o reforço da estabilidade, eficiência e integridade dos mercados financeiros.

De acordo com o comunicado, o âmbito do protocolo prevê ainda a prestação de assistência técnica a fim de facilitar o desenvolvimento do quadro regulamentar aplicável aos mercados financeiros de Cabo Verde e de Portugal.

As autoridades reiteram o “compromisso de cooperação mútua, visando facilitar a coordenação da supervisão e a adequada aplicação das Leis e Regulamentos em vigor nas respetivas jurisdições”.

A assinatura deste protocolo sucede-se a outro recentemente celebrado com a congénere Comissão do Mercado de Capitais de Angola, inserindo-se num quadro de consolidação da cooperação bilateral da CMVM com congéneres de Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Fernando Medina, presidente da Câmara de Lisboa, durante a inauguração das Escadinhas da Saúde rolantes, ao Martim Moniz. Fotografia: Nuno Pinto Fernandes/Global Imagens

Crescimento do turismo em 2019 é o mais baixo desde a última crise

Miguel Maya, presidente executivo do Millennium BCP.
JOÃO RELVAS/LUSA

Bancos ganharam mais de 5,2 milhões por dia

Miguel Maya, presidente executivo do Millennium BCP, durante a conferência de imprensa de apresentação dos resultados do 1.º trimestre de 2019, Lisboa, 9 de maio de 2019. JOÃO RELVAS/LUSA

BCP vai fazer uma proposta de distribuição de dividendos “muito conservadora”

CMVM assina protocolo de colaboração com congénere de Cabo Verde