OE2018

Comprar e usar carro volta a ficar mais caro

Fotografia:  JOSÉ COELHO/LUSA
Fotografia: JOSÉ COELHO/LUSA

Antecipa-se um agravamento médio de 1,4% quer no caso do IUC quer do ISV

Comprar e usar carro vai voltar a ficar mais caro no próximo ano. O Governo pretende agravar quer o imposto sobre veículos (ISV) quer o imposto de circulação (IUC), o antigo “selo do carro”, de acordo com a proposta preliminar do Orçamento do Estado para 2018, com data de 12 de outubro, a que o Dinheiro Vivo teve acesso.

De acordo com a proposta preliminar, antecipa-se um agravamento médio de 1,4% quer no caso do IUC quer do ISV. Não estão previstas alterações nos patamares de imposto pagos nos veículos a gasolina e a gasóleo.

Por exemplo, se comprar um Peugeot 208 1.2 a gasolina, paga mais 1,5% de ISV se comprar este carro em 2018. Atualmente, a soma das duas componentes do ISV (ambiental+cilindrada) custa 534,78 euros; a partir de 1 de janeiro de 2018, poderá passar a custar 542,75 euros. São mais 7,97 euros, de acordo com as simulações do Dinheiro Vivo.

Em relação ao IUC, o antigo ‘selo’ do carro, pagará mais 1,4% por ano pelo mesmo Peugeot 208. Em vez de 87,03 euros, pagará 88,25 euros, segundo as simulações do Dinheiro Vivo e que partem da proposta preliminar com data de 12 de outubro.

A proposta de Orçamento do Estado para 2018 será entregue na sexta-feira, 14 de outubro, na Assembleia da República.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Primeiro-ministro, António Costa. Fotografia: NUNO FOX/LUSA

Costa: “Depois deste ano nada poderá ficar como antes”

Mário Centeno, ministro das Finanças, com Pierre Moscovici, comissário europeu. Fotografia: REUTERS/Rafael Marchante

Governo promete a Bruxelas ser bom aluno em 2018

António Mendonça Mendes, secretário de Estado dos Assuntos Fiscais

Mínimo de existência acaba com IRS para 54 mil recibos verdes

Outros conteúdos GMG
Conteúdo Patrocinado
Comprar e usar carro volta a ficar mais caro