Comuns chumbam brexit com derrota pesada para May

Acordo de saída negociado entre Londres e Bruxelas foi rejeitado. Derrota pesada para Theresa May.

A Câmara dos Comuns rejeitou o acordo do brexit negociado entre o governo de Theresa May e a UE27. O resultado da votação no Parlamento do Reino Unido foi de 432 votos contra e 202 a favor.

O chumbo ao acordo foi a maior derrota de um executivo na Câmara dos Comuns desde os anos 20 dos século XX. A primeira-ministra britânica reagiu afirmando que "é claro que a Câmara rejeitou este acordo, mas não nos diz nada sobre o caminho a seguir", reagiu ainda no parlamento.

Dos 432 deputados que votaram contra o acordo do brexit, 118 são do próprio Partido Conservador de Theresa May, 248 são do Labour, 35 do Partido Nacionalista Escocês, 11 dos liberais-democratas, 10 do Partido Unionista Democrático, 5 independentes, 4 do Plaid Cymru e 1 do Partido Verde. Num total de 317 eleitos conservadores, 118 deputados rebeldes votaram contra o acordo do brexit.

O líder da oposição, Jeremy Corbyn, confirmou já que vai avançar com uma moção de censura ao governo conservador. "Anuncio que vou submeter moção de censura contra este governo", afirmou. O Partido Unionista da Irlanda do Norte confirmou já o voto contra a iniciativa dos trabalhistas, que vai ser discutida na Câmara dos Comuns esta quarta-feira, dia 16, até às 19h.

Do lado da União Europeia, Donald Tusk , o presidente do Conselho Europeu, foi dos primeiros a reagir, pedindo diretamente ao Reino Unido para cancelar o brexit.

 

O presidente da Comissão Europeia, Jean Claude Juncker, também através do Twitter, pediu de imediato uma clarificação a Londres sobre "quais as suas intenções, o mais depressa possível."

 

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de