cartel

Concorrência acusa 5 empresas de material para escritório por suspeita de cartel

A Autoridade da Concorrência (AdC) anunciou hoje que acusou cinco empresas de consumíveis para escritório por suspeita de cartel na fixação de preços e repartição de mercados.

A AdC deu hoje conta em comunicado de que adotou as notas de ilicitude às cinco empresas produtoras e distribuidoras de material de escritório no final de setembro, sem referir os nomes.

Essas empresas são suspeitas de terem atuado de forma concertada durante 14 anos e têm agora um prazo para se defenderem do que são acusadas.

Em causa está uma investigação que a AdC está a levar a cabo, e que ainda está em segredo de justiça, relacionada com as buscas e apreensões realizadas em instalações de diversas empresas da Grande Lisboa e do Porto em fevereiro deste ano.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Munique está no primeiro lugar das cidades com maior projeção profissional. (DR)

Turistas portugueses ‘descobriram’ a Alemanha

Mario Draghi, Presidente do Banco Central Europeu. REUTERS/Kai Pfaffenbach

BCE discutiu pacote de medidas para estimular economia na reunião de julho

Hotéis de Lisboa esgotaram

“Grandes” eventos impulsionaram aumento dos preços na hotelaria em junho

Outros conteúdos GMG
Concorrência acusa 5 empresas de material para escritório por suspeita de cartel