Autoridade da Concorrência

Grupo Vallis multado em 38 500 euros pela Autoridade da Concorrência

Foto: D.R.
Foto: D.R.

A Autoridade da Concorrência multou o Grupo Vallis em 38 500 euros por operação de concentração sem notificação prévia ao regulador.

Uma operação de concentração com vista à aquisição do controlo exclusivo da rede de clínicas dentárias 32 Senses valeu ao Grupo Vallis uma coima de 38 500 euros por o processo ter decorrido sem notificação prévia à Autoridade da Concorrência (AdC).

Em comunicado, o regulador refere que o valor da multa – às empresas Vallis Sustainable Investments I , Holding S. à. r. l. e à Vallis Capital Partners SGPS SA – foi calculado considerado os respetivos volumes de negócios das empresas registado em 2016.

 

A Lei da Concorrência obriga que as operações de concentração sejam previamente reportadas à AdC e impõe uma obrigação de suspensão da concretização da operação até à obtenção da decisão final de não oposição. No caso que resultou na aplicação desta coima, acrescenta o regulador, as empresas visadas concretizaram a operação de concentração antes de ter procedido à notificação formal, o que constitui um “desrespeito da lei”.

“Durante o processo contraordenacional, as visadas apresentaram à AdC uma proposta de transação, tendo confessado os factos e assumido a responsabilidade pelos mesmos”, precisa a AdC em comunicado, acrescentando teve em conta o facto de o incumprimento ter sido reportado pelas empresas visadas, de as empresas em causa terem notificado a operação (ainda que a posteriori) e suspendido os direitos de voto em relação à empresa adquirida e o facto de a operação em causa não suscitar qualquer preocupação em matéria de concorrência.

Esta é a segunda vez que a AdC aplica uma multa por incumprimento da obrigação de notificação prévia de uma operação que preenche os critérios (de notificação) previstos na lei. A primeira vez foi em 2014.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje

Página inicial

fotografia: Luís Costa Carvalho

Corticeira Amorim investe oito milhões e inaugura nova fábrica nos EUA

António Mexia lidera a EDP desde 2005

António Mexia, CEO da EDP, ganhou 6.000 euros por dia em 2018

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
Grupo Vallis multado em 38 500 euros pela Autoridade da Concorrência