combustíveis

Conheça o acordo alcançado que põe fim à greve

O ministro das Infraestruturas e da Habitação, Pedro Nuno Santos. Foto: MÁRIO CRUZ/LUSA
O ministro das Infraestruturas e da Habitação, Pedro Nuno Santos. Foto: MÁRIO CRUZ/LUSA

Acordo determina que negociações devem terminar até ao final do ano. Até lá, as partes devem manter a paz social.

Faltava pouco para as 8h da manhã quando a notícia chegou: a greve dos motoristas de transporte de matérias perigosas foi desconvocada.

O Sindicato Nacional dos Motoristas de Matérias Perigosas (SNMM) e a Associação Nacional de Transportes Públicos Rodoviários (ANTRAM) chegaram a um acordo que pôs um ponto final na paralisação durou 72 horas e fez secar muitos postos de abastecimento de norte a sul do país.

O acordo, que pode consultar aqui, determina que as negociações entre as duas partes devem chegar ao fim até 31 de dezembro de 2019, saindo daí um acordo coletivo que “promova e dignifique a atividade de motorista de mercadorias perigosas”.

Durante o processo negocial, o SNMMP e a ANTRAM comprometem-se a manter a paz social.

Pedro Nuno Santos, ministro das Infraestruturas, disse esta manhã que já estão “reunidas todas as condições para que a normalidade seja reposta”, admitindo que o processo de reorganização irá ser gradual.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
IMG_0868-min

Agricultura bate recordes no Alentejo. “Mais houvesse, mais se vendia”

Guimarães, 09/07/2019 - Reportagem na empresa Lavoro, em Pinheiro, Guimarães, especializada em calçado de Segurança.

(Miguel Pereira/Global Imagens)

Calçado procura abrigar-se da tempestade que se avizinha

TCL Plex, Stefan Steit

Portugal vai ter nova marca mobile. “Não estamos cá para vitórias a curto prazo”

Outros conteúdos GMG
Conheça o acordo alcançado que põe fim à greve