Construção

Construção de casas novas caiu 80% em dez anos

Fotografia: REUTERS/Mike Hutchings
Fotografia: REUTERS/Mike Hutchings

Entre julho e setembro foi licenciada a construção de 4600 casas novas, segundo números divulgados hoje pelo INE

Portugal ganhou nove mil casas novas desde o início do ano. Segundo os números revelados esta sexta-feira pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), a construção nova de habitações familiares aumentou em relação ao ano passado, quando no mesmo período de tempo, entre janeiro e setembro, tinham sido construídas 6300 casas. Nos primeiros nove meses de 2018 já foram construídos mais fogos do que no total de 2017.

No terceiro trimestre, destaca o INE, “foram concluídos 3,3 mil fogos em construções novas para habitação familiar, correspondendo a um acréscimo de 52,3% face ao 3º trimestre de 2017”.

À exceção do Algarve, onde a construção de casas novas recuou 11,5%, “todas as regiões apresentaram variações homólogas positivas, destacando-se a Área Metropolitana de Lisboa (+94,5%), a Região Autónoma da Madeira (+80,6%) e o Norte (+62,8%)”.

Em Lisboa foram construídas 1624 habitações novas desde o início do ano, o que corresponde a 18% do total nacional.

Os mesmos números do INE revelam que no mesmo período de tempo de 2008, foram construídas mais de 45 mil casas em Portugal, o que significa que em dez anos a construção nova de habitações caiu 80%.

Também nos primeiros nove meses de 2008 foram construídas mais de 10 300 casas na Área Metropolitana de Lisboa, mais 84% do que em 2018.

Licenciamentos aumentam 16%

No terceiro trimestre deste ano o número de edifícios licenciados aumentou 16,3% para um total de 5300 edifícios. O número inclui construção nova e reabilitação de todo o tipo de edifícios, e não só habitação.

Destes licenciamentos, 69% são para construção nova. Dessa construção nova 75% serão futuras habitações familiares.

“O número de obras licenciadas para construções novas em Portugal cresceu 18,6% face ao 3º trimestre de 2017, enquanto as obras de reabilitação aumentaram 6,0%”, conclui o INE.

Madeira, Algarve e Açores são as regiões que lideram na variação do número de licenciamentos. Lisboa destaca-se pela subida das licenças para reabilitar edifícios, que chegou aos 28%.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
O secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, António Mendonça Mendes. MÁRIO CRUZ/LUSA

Famílias ficam com um pouco mais de salário ao final do mês

Miguel Almeida, CEO da NOS

Comité de Ética da NOS vai ouvir os administradores envolvidos no Luanda Leaks

O Presidente da República de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa, discursa durante a cerimónia de tomada de posse do XXII Governo Constitucional, liderado pelo secretário-geral do Partido Socialista (PS), António Costa, no Palácio da Ajuda, em Lisboa, 26 de outubro de 2019. ANTÓNIO PEDRO SANTOS/LUSA

Marcelo: É bem-vindo a Portugal todo o investimento no respeito da legalidade

Construção de casas novas caiu 80% em dez anos