Investimento

Costa afirma que Portugal 2020 tem mais cinco mil milhões para investimento

António Costa, primeiro-ministro.
(Fotografia: Orlando Almeida/ Global Imagens)
António Costa, primeiro-ministro. (Fotografia: Orlando Almeida/ Global Imagens)

O primeiro-ministro afirmou que em 2017 houve um aumento do investimento privado no país de 9%.

“No ano passado o aumento do investimento privado no país foi de 9%. Ao Estado compete criar melhores condições para que se possa investir… Hoje, chegaram quatro mil milhões de euros para que possam investir”, afirmou António Costa, em Vila Velha de Ródão, distrito de Castelo Branco, onde inaugurou a empresa Roclayer.

O primeiro-ministro sublinhou que é necessário cada vez mais que as autarquias compreendam que, satisfeitas as necessidades básicas das populações, a grande prioridade é mobilizarem-se para o desenvolvimento económico e social.

“Na reprogramação do Portugal 2020 há mais cinco mil milhões de euros para que as empresas possam continuar a investir. Queremos que invistam acima de tudo no interior. E, desses cinco mil milhões de euros, 1.700 milhões só podem ser utilizados por empresas que invistam no Interior”, afirmou.

O chefe do Governo sublinhou que é essencial e prioritário criar mais e melhores condições para que as empresas possam investir no Interior e adiantou que o Orçamento de Estado para 2019 cria novas condições para que isso possa acontecer.

“Só criando emprego fixamos população. As infraestruturas são essenciais, mas se não houver emprego de qualidade, não conseguimos dar a volta”, frisou.

Costa realçou que são necessários mais recursos, que estão disponíveis para aproveitar no Interior com todo o seu potencial.

Já sobre o investimento da empresa Roclayer, o primeiro-ministro felicitou o empresário e administrador Simão Rocha e a Câmara de Vila Velha de Ródão.

“Este investimento só é possível graças à existência de um empreendedor que acredita e que investe no Interior”, concluiu.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Fotografia: direitos reservados

RGPD. Um ano depois, mercado português pede maturidade e legislação

Certificados

Famílias investiram uma média de 3,3 milhões por dia em certificados este ano

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa (C), durante a cerimónia militar do Instituto Pupilos do Exército (IPE), inserido nas comemorações do 108.º aniversário da instituição, em Lisboa, 23 de maio de 2019.  ANTÓNIO PEDRO SANTOS/LUSA

Marcelo: “Quem não for votar, depois não venha dizer que se arrepende”

Outros conteúdos GMG
Costa afirma que Portugal 2020 tem mais cinco mil milhões para investimento