Programa de Estabilidade

Costa não vê motivos para BE e PCP estarem descontentes com redução do défice

Fotografia:  EPA/JULIEN WARNAND
Fotografia: EPA/JULIEN WARNAND

O primeiro-ministro, António Costa, afirmou hoje não ver razões para o Bloco de Esquerda e o PCP estarem descontentes com a redução do défice.

O primeiro-ministro, António Costa, afirmou hoje não ver razões para o Bloco de Esquerda e o PCP estarem descontentes com a redução do défice, insistindo que os compromissos assumidos estão a ser cumpridos.

“Se nós estivéssemos agora a alterar alguma das medidas que acordámos no orçamento, se estivéssemos agora a abandonar alguns dos compromissos que assumimos no orçamento, aí sim, havia razões para alguém se queixar. Felizmente, não é essa a circunstância”, declarou.

António Costa, que falava aos jornalistas em Barrancos, no distrito de Beja, reiterou que o seu Governo está “a cumprir tudo” com o que se comprometeu e até “a poder reforçar o investimento em 74 milhões de euros” com o que foi poupado nos juros da dívida.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
O primeiro-ministro, António Costa (C), acompanhado pelo presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Fernando Medina (D), pelo ministro do Ambiente e da Transição Energética, João Pedro Campos Fernandes (E), após o ato público de assinatura dos contratos para a redução tarifária nos transportes públicos na área metropolitana de Lisboa, na Gare do Oriente, em Lisboa, 18 de março de 2019. MÁRIO CRUZ/LUSA

Cinco regiões só terão passes mais baratos em maio

fake-1909821_1920

Fake news. Portugal no top 10 da UE com mais contas bloqueadas pela Google

REUTERS/Rafael Marchante

CTT propõe aumentos até 0,4%. CEO recupera 25% do salário

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
Costa não vê motivos para BE e PCP estarem descontentes com redução do défice