Ferrovia

CP investe 18 milhões na nova geração de Alfa Pendular

Fotografia: Manuel de Almeida/Lusa
Fotografia: Manuel de Almeida/Lusa

CP e EMEF apresentaram o plano para a remodelação total de 10 comboios da frota Alfa Pendular, num investimento de 18 milhões de euros.

O presidente da CP e da EMEF, Manuel Queiró, apresentou esta quarta-feira a nova geração dos comboios Alfa Pendular, que consiste na remodelação total de 10 comboios da frota, num investimento de 18 milhões de euros.

“Este ano circulará a primeira composição já reabilitada com a nova imagem e os portugueses vão ver a muito curto prazo a nova geração do Alfa Pendular, antes do final do ano”, disse Manuel Queiró, à margem do evento.

O processo de intervenção terá uma duração de cerca de três meses em cada um dos dez comboios Alfa Pendular que compõem a frota.

Manuel Queiró disse que o projeto vai desenvolver-se ao longo de três anos, é um investimento plurianual, e acrescentou que o retorno deste investimento vai ser realizado ao longo da segunda vida deste material, à volta de 15 a 20 anos, mas garante que “será largamente positivo”.

Reforço da oferta

O presidente da CP e da EMEF (Empresa de Manutenção de Equipamento Ferroviário) disse que o projeto vai contribuir para o aumento de passageiros e de serviços e adiantou que “o próprio reforço da frota será algo que se seguirá a esta ação”.

Questionado sobre este assunto, Manuel Queiró adiantou que o reforço da oferta de longo curso e de velocidade “vai acontecer este ano”, estando “já inscrito” no orçamento da empresa e “sujeito a aprovação governamental”, sem contudo revelar mais pormenores.

De uma maneira geral, disse, que “tudo isto será um investimento público que terá um retorno para o operador público positivo”.

“E estamos só a falar da dimensão financeira. O incremento da qualidade e do serviço que fornecemos aos portugueses não tem contabilização, para já, em termos de dinheiro, mas é um objetivo a atingir”, frisou.

Mais detalhes sobre o projeto foram dados pelo diretor-geral da EMEF, Castanho Ribeiro, que explicou que durante 2016 será iniciada uma renovação dos comboios Alfa Pendular, com o objetivo de aumentar a fiabilidade e a qualidade do serviço de transporte ferroviário de passageiros da CP no eixo Atlântico, Braga – Faro.

“O investimento consistirá na renovação global do comboio, quer nos aspetos dos interiores quer do exterior, no conforto do passageiro, mas também inclui aspetos técnicos, de cablagem, mudança de luzes e aspetos de segurança”, disse.

A nova geração do Alfa Pendular reforça também o seu posicionamento como um meio de transporte que permite a continuação do trabalho ou o usufruto de experiências multimédia: serão melhoradas as condições de acesso Wi-Fi às redes de comunicações móveis e todos os bancos terão tomadas elétricas individuais.

A remodelação profunda será executada pela EMEF, envolvendo mais de 60 trabalhadores, e conta ainda com a participação de vários prestadores de serviços nacionais especializados.

Os primeiros comboios Alfa Pendular da CP iniciaram o serviço em 1999, tendo entretanto percorrido mais de 41 milhões de quilómetros e transportado cerca de 26 milhões de passageiros.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
O primeiro-ministro de Portugal, António Costa, e o ministro das Finanças, Mário Centeno. Foto: TIAGO PETINGA/LUSA

Bruxelas pede a Centeno 1,4 mil milhões em novas medidas para acertar OE2020

Faria de Oliveira, presidente da APB.

Banca portuguesa entre a que mais se desfez de ativos tóxicos na Europa

5G NOS

NOS anuncia Matosinhos como “primeira cidade” em Portugal com cobertura 5G

Outros conteúdos GMG
CP investe 18 milhões na nova geração de Alfa Pendular