CreSap

Cresap: Liderança muda mas Finanças garantem “normalidade”

João Bilhim, responsável pela comissão de Recrutamento da Administração Pública, Fotografia: Natacha Cardoso / Global Imagens
João Bilhim, responsável pela comissão de Recrutamento da Administração Pública, Fotografia: Natacha Cardoso / Global Imagens

João Bilhim faz 70 anos e, no âmbito da lei, atinge o limite de idade para exercer funções públicas

A Comissão de Recrutamento e Selecção para a Administração Pública (Cresap) vai contar com novo presidente a partir de 12 de outubro. João Bilhim faz 70 anos e, no âmbito da lei, atinge o limite de idade para exercer funções públicas. Bilhim vai ser substituído por Margarida Proença, uma das três vogais permanentes da comissão. O Ministério das Finanças garante que a comissão “continuará a funcionar com toda a normalidade”.

O gabinete liderado por Mário Centeno lembra que o estatuto legal “contém em si mesmo a solução legal que permite e assegura o normal e regular funcionamento da Cresap”, cabendo ao presidente, “nos termos regimentais, identificar o vogal permanente que o substitui nas suas faltas, impedimentos e nas situações de vacatura do cargo”.

Leia aqui: Turismo de Portugal: 6.400 euros esperam novo presidente

O Governo afastou ainda a hipótese de manter João Bilhim no cargo por razões de interesse público, hipótese ao abrigo do Estatuto da Aposentação, recorda o jornal Público esta terça-feira.

Os esclarecimentos surgem no dia em que o mesmo jornal noticiou a saída de João Bilhim. Esta situação poderia colocar em causa o funcionamento desta comissão de recrutamento, que tem 48 concursos a decorrer atualmente, entre os quais, a escolha do presidente do Turismo de Portugal.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Mário Centeno ladeado pelos representantes dos dois maiores credores de Portugal: Pierre Moscovici (Comissão) e Klaus Regling (ESM). Fotografia: EPA/JULIEN WARNAND

Centeno usa verbas da almofada de segurança para pagar aos credores europeus

Paulo Fernandes lidera o grupo Cofina. (Carlos Manuel Martins/Global Imagens)

Foto: Arquivo

Cofina quer TVI sem remédios

Crédito: Windfloat

EDP Renováveis leva tecnologia eólica flutuante para a Ásia e investe na Coreia

Outros conteúdos GMG
Cresap: Liderança muda mas Finanças garantem “normalidade”