Estimativa

Crescimento estável nas economias da OCDE

Ángel Gurría lidera a OCDE. Fotografia: Direitos reservados
Ángel Gurría lidera a OCDE. Fotografia: Direitos reservados

A Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) estimou nesta quarta-feira um crescimento estável para o conjunto dos seus países membros, embora com uma ligeira variação em baixa na zona euro.

De acordo com os indicadores compósitos avançados – que medem antecipadamente alterações no ciclo económico – situaram-se em abril no conjunto da OCDE nos 99,9 pontos, uma décima a menos que o nível 100 da média de longo prazo, que foi a pontuação de março.

Na zona euro, de acordo com a organização, os indicadores fixaram-se nos 100,1 pontos, uma décima a menos do que em março.

Nas sete maiores economias (Alemanha, Canadá, EUA, França, Itália, Japão e Reino Unido), o crescimento fixou-se nos 100 pontos, uma décima menos do que em março.

Nas restantes economias, a OCDE conseguiu um crescimento estável nos EUA (100,2) e o Japão (99,9), com baixas no Canadá (99,9), Alemanha (100,3), França (99,8), Itália (100,2) e Reino Unido (99).

Observou-se ainda uma consolidação do crescimento na Índia (101,2), uma estabilidade na Rússia (101) e no Brasil (103,8) com sinais de variação positiva na China (99,1).

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
A ministra do Trabalho, Ana Mendes Godinho (D), e o secretário de Estado do Emprego, Miguel Cabrita (E). Fotografia: MANUEL DE ALMEIDA/LUSA

Salário mínimo de 635 euros? Dos 617 dos patrões aos 690 euros da CGTP

concertação

Governo sobe, sem acordo, salário mínimo até 635 euros em 2020

concertação

Governo sobe, sem acordo, salário mínimo até 635 euros em 2020

Outros conteúdos GMG
Crescimento estável nas economias da OCDE