Daniel Bessa: “Portugal tem que ser um dos países mais baratos”

Daniel Bessa
Daniel Bessa

Portugal deve procurar manter a sua mão-de-obra o mais barata possível, de forma a manter-se competitivo no seio da zona euro, defendeu hoje o economista Daniel Bessa.

“No sector dos serviços é importante que Portugal seja dos mais baratos da área euro”, afirmou durante a sua intervenção no Congresso anual da APED. “É importante que os recursos humanos mantenham alguma qualificação e que fiquemos entre os mais baratos.”

Em concreto, Daniel Bessa referiu que Portugal tinha boas condições para instalar serviços pós-venda. “Pode ser, por exemplo, nos call centers, que é a escala mais baixa desta área”, concretizou, acrescentando que as maiores oportunidades para o país deverão continuar a surgir na área dos serviços e não na indústria.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
: PÁGINAS : LIXO 08-09 NEGÓCIOS Eólicas + Opinião

Eólica vs. solar. Que energia dominará a Europa em 2030?

Turistas no Miradouro São Pedro de Alcântara, em Lisboa.
(Reinaldo Rodrigues/Global Imagens)

Ourém recua, Guimarães pondera. São já 8 os municípios que cobram taxa turística

Algarve, Portugal. Fotografia: D.R.

Algarve confiante numa estabilização do mercado britânico

Outros conteúdos GMG
Daniel Bessa: “Portugal tem que ser um dos países mais baratos”