Défice das balanças corrente e de capital situa-se nos 556 milhões em fevereiro

Para esta evolução contribuíram, segundo o BdP, todas as componentes da balança corrente e de capital, com exceção da balança de serviços.

O défice das balanças corrente e de capital situou-se em 556 milhões de euros até fevereiro, acima do défice de 159 milhões de euros de igual período de 2017, divulgou esta quarta-feira o Banco de Portugal (BdP).

Para esta evolução contribuíram, segundo o BdP, todas as componentes da balança corrente e de capital, com exceção da balança de serviços.

"Comparando com igual período de 2017, a balança de bens e a balança de serviços tiveram evoluções distintas, com a primeira a aumentar o défice em 362 milhões de euros e a segunda a aumentar o excedente em 259 milhões de euros, essencialmente devido à rubrica de viagens e turismo, cujo saldo passou de 757 milhões para 929 milhões", sinaliza o BdP.

Até fevereiro, as exportações de bens e serviços cresceram 8,3% (8,3% nos bens e 8,5% nos serviços), ficando abaixo dos 9,0% registados nas importações (10,5% nos bens e 2,1% nos serviços).

Em resultado, a balança de bens e serviços aumentou o défice para 403 milhões de euros que compara com 299 milhões de euros no ano anterior.

O défice da balança de rendimento primário aumentou 208 milhões de euros para 599 milhões de euros, sobretudo devido à redução de rendimentos de investimento recebidos do exterior.

Até fevereiro de 2018, o saldo da balança financeira registou uma redução dos ativos líquidos de Portugal face ao exterior no valor de 828 milhões de euros.

Este decréscimo resultou, essencialmente, segundo o BdP, da redução dos depósitos do Banco Central junto de entidades não residentes e do investimento de não residentes em títulos de dívida pública portugueses.

A instituição sinaliza ainda o aumento de depósitos de entidades não residentes em bancos, mais que compensado pelo investimento em títulos de dívida, emitidos por não residentes, por outras entidades do setor financeiro, bem como o reembolso antecipado ao FMI.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de