Défice público da Zona Euro recua para 7,4% no primeiro trimestre

Países do euro reduziram despesa pública, ainda fortemente influenciada pelas respostas à pandemia.

O défice público foi, no primeiro trimestre, de 7,4% do Produto Interno Bruto (PIB) na zona euro e de 6,8% na União Europeia (UE), divulga hoje o Eurostat.

Na zona euro, o défice recuou face aos 8,1% do PIB do último trimestre de 2020, mas teve uma forte subida na variação homóloga.

Na UE, o défice de 6,8% do PIB compara-se com o de 7,5% do trimestre anterior e o de 0,3% dos primeiros três meses de 2020.

O gabinete estatístico europeu atribuiu o recuo trimestral do défice público em ambas as zonas à diminuição das despesas, sendo que estas, bem como as receitas, continuam a ser influenciadas pelas políticas públicas de resposta à pandemia da covid-19.

No primeiro trimestre do ano, a maior parte dos Estados-membros apresentou défices nas contas públicas, com destaque para Malta (-9,9%), França (-9,3%) e Espanha (-8,2%).

O Luxemburgo (3,0%) e a Alemanha (0,3%) apresentaram excedentes nas contas públicas.

Portugal registou no primeiro trimestre um défice de 5,3% do PIB, um agravamento quer face ao de 0,5% homólogo, quer comparando com o de 5,1% do trimestre anterior.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de