Troika

Descer salários? “Para sermos bem sucedidos é preciso sacrifício e persistência”

Gaspar quer que todos cumpram obrigações
Gaspar quer que todos cumpram obrigações

Vítor Gaspar defendeu hoje que Portugal deve ambicionar a “bons empregos e salários altos”. Contudo, para lá chegar, será ainda necessário atravessar um período de “esforço e sacrifício”.

Questionado pelos jornalistas sobre a possibilidade de reduzir ainda mais os custos de trabalho em Portugal, o ministro das Finanças esclareceu que a visão que o Governo tem para o País não “é baseada em níveis baixos de produto, de produtividade e de salários”. “Precisamos de continuar a nossa agenda de transformação estrutural para conseguirmos chegar a um novo patamar de prosperidade para que haja bons empregos, com salários altos.”

Ainda assim, e no curto-prazo, o Vítor Gaspar reconhece que “para chegar a esse futuro temos de ser mais bem sucedidos no nosso processo de ajustamento, o que exige trabalho, esforço, sacrifício, persistência e paciência”. “Mas isso é uma característica que é bem forte na generalidade dos portugueses.”

O governante acrescentou ainda que o ajustamento da economia portuguesa “precisa de uma evolução dos favorável dos custos unitários de trabalho, que permita ganhos de competitividade face aos parceiros”. “Algo que é inevitável e terá de acontecer”.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
2. Os telemóveis desvalorizam até 78% do investimento num ano

Burlas com SMS custam um milhão por ano aos consumidores

Ana Jacinto, secretária-geral da Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP) antes de uma entrevista, esta manhã nos estúdios TSF.
(Reinaldo Rodrigues/Global Imagens)

Ana Jacinto. Hotelaria e restauração precisam de mais de 40 mil trabalhadores

Austin, EUA

Conheça o ranking das cidades mais desejadas pelos millennials em 2020

Descer salários? “Para sermos bem sucedidos é preciso sacrifício e persistência”