EUA

Desemprego nos EUA baixa para 3,5% com 266 mil novos empregos

Donald Trump, Presidente dos Estados Unidos (REUTERS/Leah Millis)
Donald Trump, Presidente dos Estados Unidos (REUTERS/Leah Millis)

Criação de emprego nos Estados Unidos subiu bastante mais do que o previsto em novembro

A criação de emprego nos Estados Unidos subiu bastante mais do que o previsto em novembro (266 mil novas contratações) e a taxa de desemprego baixou para 3,5%, anunciou hoje o Departamento do Trabalho.

A subida do número de empregos deve-se ao regresso ao trabalho na General Motors após uma greve histórica e prolongada, bem como à solidez registada nos setores da saúde e serviços, segundo os dados divulgados.

Este número ficou bastante acima do esperado pelos analistas, que apontavam para 182 mil novos postos de trabalho. Só no mês de janeiro foi registado um número superior (312 mil).

A taxa de desemprego baixou para 3,5%, menos uma décima em relação ao mês anterior.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Fotografia: Sarah Costa/Global Imagens

Tomás Correia, Montepio e BNI Europa. O que está por detrás das buscas

A ministra da Modernização do Estado e da Administração Pública, Alexandra Leitão (E), fala durante a sua audição perante a Comissão de Orçamento e Finanças, conjunta com a Comissão de Administração Pública, Modernização Administrativa, Descentralização e Poder Local, na Assembleia da República, em Lisboa, 17 de janeiro de 2020. JOSÉ SENA GOULÃO/LUSA

Governo volta a negociar aumentos de 2020 com funcionários públicos

Greve escola função pública

Último ano da geringonça foi o de maior contestação na função pública

Desemprego nos EUA baixa para 3,5% com 266 mil novos empregos