moda

Designer de moda Felipe Oliveira Baptista é o novo diretor criativo da Kenzo

Felipe Oliveira Baptista, 37 anos, foi o primeiro português a ser diretor criativo de uma grande casa de moda. O desafio surgiu em junho de 2010

Felipe Oliveira Baptista assumirá "de imediato" o cargo anteriormente ocupado desde 2011 pela dupla Carol Lim e Humberto Leon.

O designer português de moda Felipe Oliveira Baptista será o novo diretor criativo da marca francesa de luxo Kenzo, pertencente ao grupo LVMH, revelou hoje o grupo empresarial, em comunicado.

“Kenzo é liberdade e movimento contagiosos”, afirma Filipe Oliveira Baptista, citado pelo comunicado do grupo francês, hoje divulgado. “Tudo o que [Kenzo] Takada fez foi cheio de alegria, elegância e de um senso de humor frio e atrevido”, acrescentou o designer português, referindo-se ao fundador da casa de costura, sublinhando igualmente o modo como este “celebra a natureza e a diversidade cultural”.

O presidente do grupo Louis Vuitton Moët Hennessy (LVMH), Sidney Toledano, por seu lado, disse que “o talento de Felipe Oliveira, como designer, o seu domínio do vestuário e suas raízes pessoais, com origem em culturas muito distintas”, constituem “ativos reais para dar uma nova energia criativa à Casa Kenzo”, lê-se no mesmo comunicado do grupo, divulgado hoje de manhã.

Felipe Oliveira Baptista assumirá “de imediato” o cargo anteriormente ocupado desde 2011 pela dupla Carol Lim e Humberto Leon, adianta o grupo francês.

O designer português vai “escrever uma nova página na história da casa fundada em 1970”, garante o grupo.

A diretora executiva da Kenzo, Sylvie Colin, elogiou, em Felipe Oliveira Baptista, “a visão criativa inovadora e moderna, e a sua abordagem artística muito completa”, que, segundo ela, “permitirá que [a marca] continue a demonstrar seu potencial, respeitando a sua herança”.

A dupla norte-americana Carol Lim e Humberto Leon apresentou sua última coleção pela Kenzo, para a primavera/verão de 2020, no passado dia 23, em Paris.

O convite para fazer parte do grupo LVMH acontece um ano depois de Felipe Oliveira Baptista ter saído da Lacoste, onde foi diretor criativo durante oito anos.

Nascido nos Açores e radicado em Paris, Felipe Oliveira Baptista, de 44 anos, iniciou a sua própria marca em 2003.

A marca Kenzo foi fundada em 1970, em Paris, pelo designer de moda Kenzo Takada, do Japão, e foi adquirida em 1993 pelo grupo internacional LVMH, contando atualmente com 525 trabalhadores.

O grupo de marcas de luxo LVMH integra outras marcas como Givenchy, Fendi, Marc Jacobs, Louis Vuitton, Christian Dior e Loewe.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
5G_2

5G: Anacom arranca já com consulta. Leilão será em abril

5G_2

5G: Anacom arranca já com consulta. Leilão será em abril

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, conversa com o primeiro-ministro indigitado, António Costa, durante uma audiência para apresentação da lista de nomes propostos para secretários de Estado do XXII Governo Constitucional, no Palácio de Belém, em Lisboa, 21 de outubro de 2019. RODRIGO ANTUNES/LUSA

Primeira reunião do novo governo marcada para sábado a seguir à tomada de posse

Outros conteúdos GMG
Designer de moda Felipe Oliveira Baptista é o novo diretor criativo da Kenzo