Alemanha

Deutsche Bank vai despedir 1.900 trabalhadores para poupar 3 mil milhões de euros

Alemães desiludidos com os gregos
Alemães desiludidos com os gregos

O Deutsche Bank, maior banco privado da Alemanha, anunciou hoje planos para despedir 1.900 trabalhadores e poupar três mil milhões de euros, na sequência de resultados abaixo das expectativas para o segundo trimestre.

O Deutsche Bank (DB) registou lucros líquidos de 661 milhões de euros entre abril e junho deste ano — metade do lucro obtido no ano passado, segundo a agência France Presse. As receitas caíram 6% para 8.000 milhões de euros.

A razão para o DB estar menos rentável está na crise financeira da zona euro, lê-se num comunicado da direção do banco.

“No segundo trimestre, o desempenho do banco foi prejudicado por um ambiente volátil. A crise da dívida soberana europeia continua a pesar na confiança dos investidores e na atividade dos clientes”, explica o DB.

O banco anunciou assim uma “revisão de estratégia”, que inclui a redução do número de funcionários — 1.500 dos quais no setor de banca de investimentos, segundo a agência financeira Bloomberg.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
O ministro de Estado e das Finanças, João Leão, acompanhado pelo ministro das Infraestruturas e da Habitação, Pedro Nuno Santos (Foto: Mário Cruz/Lusa)

Recuperar poder de decisão na TAP obriga Estado a pagar mais

Humberto Pedrosa é o acionista do consórcio Gateway.

TAP: Humberto Pedrosa realça a não nacionalização da empresa

Fotografia: Regis Duvignau/Reuters

TAP: Sindicato do Pessoal de Voo espera que acordo proteja postos de trabalho

Deutsche Bank vai despedir 1.900 trabalhadores para poupar 3 mil milhões de euros